[URGENTE] Jovem é assassinado em Jaçanã neste domingo (31)

Notícias da Serra.

Um jovem conhecido como Juninho de Branco Pintura foi morto na tarde deste domingo (31) em Jaçanã.

O crime aconteceu no Bairro Novo Horizonte próximo a saída para a comunidade do Bujari em Cuité.

Infelizmente mais um jovem de nossa cidade é vítima da violência. Nossos sinceros sentimentos aos familiares.

Segunda parcela do Auxílio emergencial começa a ser creditada na conta de beneficiários

Calendário da 2ª parcela do auxílio emergencial

Agência Brasil.

A Caixa Econômica Federal informou neste domingo (31) que vai começar a creditar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 diretamente nas contas bancárias indicadas pelos beneficiários. Os recursos, que haviam sido antecipados para uso digital pelo aplicativo Caixa Tem, agora serão transferidos automaticamente para as contas informadas pelos beneficiários, de acordo com o calendário de saque em espécie.

A transferência dos valores não movimentados pelo Caixa Tem será realizada para quem indicou contas para recebimento de outros bancos ou poupança existente na Caixa. Com isso, esses beneficiários poderão procurar as instituições financeiras com quem tem relacionamento, caso queiram sacar, segundo orientou o banco estatal.

Número de casos do novo coronavírus no Brasil ultrapassa 510 mil

teste finalizado em um local de testes de coronavírus fora dos Serviços Comunitários de Saúde I

Agência Brasil.

O Brasil chegou a 514.849 casos do novo coronavírus, mais de meio milhão de pessoas infectadas com a doença, com a inclusão nas estatísticas de 16.409 novos casos. Com 480 mortes registradas nas últimas 24 horas, o número de óbitos pela covid-19 chega a 29.314. Os números foram atualizados, no início da noite deste domingo (31), pelo Ministério da Saúde.

Do total de casos confirmados, 278.980 (54,2%) estão em acompanhamento e 206.555 (40,1%) pacientes se recuperaram. Há ainda 4.208 óbitos em investigação.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de mortes: 7.615. O estado é seguido, em número de óbitos, pelo Rio de Janeiro (5.344), Ceará (3.010), Pará (2.923) e Pernambuco (2.807).

Na sequência, aparecem Amazonas (2.052), Maranhão (955), Bahia (667), Espírito Santo (604), Alagoas (443), Paraíba (360), Rio Grande do Norte (305), Minas Gerais (271), Rio Grande do Sul (224), Amapá (222), Paraná (182), Distrito Federal (170), Piauí (161), Sergipe (158), Rondônia (156), Santa Catarina (136), Acre (148), Goiás (124), Roraima (116), Tocantins (73), Mato Grosso (61) e Mato Grosso do Sul (20).

Já em número de casos confirmados, aparecem nas primeiras posições do ranking São Paulo (109.698), Rio de Janeiro (53.388), Ceará (48.489), Amazonas (41.378) e Pará (37.961). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Maranhão (34.639), Pernambuco (34.450), Bahia (18.392), Espírito Santo (13.690) e Paraíba (13.162).

Na comparação internacional, o Brasil figura em segundo lugar no número de pessoas infectadas (514 mil), atrás dos Estados Unidos (EUA), com mais de 1,7 milhão de casos, de acordo com balanço divulgado pela Universidade Johns Hopkins, que reúne os números oficiais dos países. Em número de óbitos, o Brasil ocupa a quarta colocação, atrás de Estados Unidos (104.319), Reino Unido (38.571) e Itália (33.415).

Atualização do boletim epidemiológico de Lajes Pintadas/RN, hoje (30/05)

A imagem pode conter: texto

A Secretaria Municipal de Saúde de Lajes Pintadas, por meio do Setor de Epidemiologia, informa que nas últimas 24 horas, foi registrado mais 1 (um) caso suspeito para COVID-19 no município.

Pedimos novamente à população para que respeitem o distanciamento social, usem máscara sempre que precisarem sair e higienizem frequentemente as mãos. São ações que salvam vidas, nesse momento!

Ponta Negra vai ganhar um Polo Gastronômico

O prefeito Álvaro Dias se reuniu com membros da Associação dos Proprietários de Estabelecimentos Comerciais de Ponta Negra – Apec/PN para tratar do início das obras do Polo Gastronômico que será construído na Av. Praia de Ponta Negra, num trecho de 1.470m de extensão com 700m². ⁣

O projeto, orçado em R$ 1,8 milhão, surgiu para contemplar a região e alavancar o comércio de bares e restaurantes do local. Serão construídos parklets, caramanchão, paginação de piso, iluminação, paisagismo, estacionamento, acessibilidade, ciclovia e pista de cooper.⁣

“Esse calçadão vai trazer qualidade de vida, tranquilidade e movimentar o comércio da região. Esse é mais um esforço que estamos fazendo para trazer mais um beneficio para o povo de Natal, mesmo com a crise do coronavírus que diminuiu nossa arrecadação. O local revitalizado será mais um atrativo em nossa cidade”, disse Álvaro Dias.⁣

A parceria entre o setor público e o setor privado, possibilita trazer uma convivência harmônica utilizando o aspecto urbanístico em função da necessidade local e das pessoas que irão frequentar.⁣

Brasil ultrapassa a marca de 200 mil pacientes recuperados do coronavírus

O Brasil ultrapassou neste sábado (30) a marca de 200 mil pacientes recuperados da Covid-19. De acordo com o balanço divulgado pelo Ministério na Saúde, já são 200.892 pessoas curadas do coronavírus no país. Este número equivale a 40,3% do total de 498.440 pessoas que foram infectadas. Nas últimas 24h, foram registrados 11.416 curados. Outras 286.714 pessoas seguem em acompanhamento.

Superlotada, UPA de Parnamirim suspende novos atendimentos

Agora RN.

Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Nova Esperança, localizada no município de Parnamirim, na Grande Natal, suspendeu a realização de novos atendimentos na noite deste sábado (30). Até a publicação desta reportagem, a unidade atendia apenas pacientes já internados.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o motivo para o fechamento é a superlotação da unidade com casos confirmados e suspeitos de Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus.

Em nota, a pasta disse que a suspensão tem o objetivo de “normalizar o fluxo no pronto-atendimento da unidade de saúde e seguir toda a normatização de segurança dos pacientes e dos profissionais de saúde”.

O diretor da UPA, Henrique Costa, disse ao Agora RN que, na noite deste sábado, havia 24 pacientes internados no local utilizando suporte de oxigênio. Desses pacientes, 9 tinham diagnóstico positivo confirmado para coronavírus e 15 eram considerados casos suspeitos.

“Está no limite do limite. Neste momento, está fechado o atendimento na UPA. Não tem condições de atendimento extra. Se entrar (novos pacientes), vai ser negligência nossa, porque não tem como atender. São decisões duras, pesadas, mas a gente tem que tomar”, afirmou Henrique, em uma mensagem de áudio encaminhada à equipe no início da noite. A autenticidade da mensagem foi confirmada pelo Agora RN.

À reportagem, o diretor da UPA frisou que a suspensão para novos atendimentos é temporária e que, assim que a situação estiver estabilizada, as consultas a novos pacientes serão retomadas. Segundo ele, as portas da unidade foram fechadas por volta das 19h e devem ficar assim até a madrugada deste domingo (31). Homens da Guarda Municipal ajudam na segurança da unidade.

A UPA Nova Esperança é a única de Parnamirim. Com a suspensão dos atendimentos, não há uma orientação sobre que serviço os moradores da cidade devem procurar caso precisem de assistência em saúde. No município, além da UPA, existe o Hospital Márcio Marinho, em Pirangi do Norte, e o Hospital Regional Deoclécio Marques de Lucena. Um hospital de campanha com 44 leitos deve ser aberto na segunda (1º).

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, Parnamirim tem confirmados até este sábado 766 casos de Covid-19, sendo que 17 pacientes morreram por causa da doença. Além disso, outros 894 estão em investigação. Segundo a pasta, 197 foram curados e 1.039 casos foram descartados.

Procurada na noite deste sábado, a secretária municipal de Saúde, Terezinha Rêgo, não retornou aos contatos da reportagem.

Covid-19: Brasil tem quase 500 mil casos confirmados e 28.834 mortes

Teste do novo

O Brasil registrou 956 novas mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 28.834. O resultado representou um aumento de 3,4% em relação a ontem (29), quando foram contabilizados 27.878 óbitos provocados pela doença. Os números foram divulgados, no início da noite de hoje (30), no balanço do Ministério da Saúde.

Foram incluídas nas estatísticas 33.274 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, somando 498.440 casos confirmados. O resultado marcou um acréscimo de 7,2% em relação a ontem, quando o número de pessoas infectadas estava em 465.166.

Do total de casos confirmados, 268.714 (53,9%) estão em acompanhamento e 200.892 (40,3%) pacientes se recuperaram. Há ainda 3.862 óbitos sendo analisados.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de mortes (7.532). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (5.277), Ceará (2.956), Pará (2.900) e Pernambuco (2.740).

Além disso, foram registradas mortes no Amazonas (2.047), Maranhão (932), Bahia (638), Espírito Santo (583), Alagoas (424), Paraíba (347), Rio Grande do Norte (305), Minas Gerais (263), Rio Grande do Sul (218), Amapá (215), Paraná (181), Piauí (157), Rondônia (151), Distrito Federal (162), Santa Catarina (136), Sergipe (149), Acre (142), Goiás (122), Roraima (110), Tocantins (71), Mato Grosso (57) e Mato Grosso do Sul (19).

Já em número de casos confirmados, aparecem nas primeiras posições do ranking São Paulo (107.642), Rio de Janeiro (52.420), Ceará (46.056), Amazonas (40.560) e Pará (37.296). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Permambuco (33.427), Maranhão (32.620), Bahia (17.626), Espírito Santo (13.437) e Paraíba (12.862).

Pandemia: Pan-Pacífico de natação é adiado de 2022 para 2026

12.09.2019 - Mundial de Paranatação de Londres 2019 - BRUNO BECKER - Foto: Ale Cabral/CPB

Agência Brasil.

Os organizadores do Pan-Pacífico de natação anunciaram o adiamento das competições, que seriam disputadas no Canadá, inicialmente marcadas para o início do segundo semestre de 2022 para 2026. Os quatro países responsáveis pelo gerenciamento do evento, Austrália Candá, Estados Unidos e Japão, decidiram por unanimidade o adiamento.

A decisão foi tomada devido a alterações sofridas no calendário internacional, por causa da pandemia do novo coronavírus. Com as mudanças, dois eventos de grande porte estão confirmados para ocorrer próximo a este período do ano: os Jogos da Commonwealth, previstos para 27 de julho a 7 de agosto de 2022, em Birmingham, na Inglaterra; e o Campeonato Mundial de 2021, que ocorreria em maio, em Fukuoka, no Japão, mas também foi adiado.

De acordo com a nota divulgada no site da Swimming Canada, a federação de natação canadense, um terceiro campeonato traria grandes desafios.

“Estamos ansiosos para sediar este evento, mas, em geral, todos podem se beneficiar da decisão de adiar o Campeonato Pan Pacífico por quatro anos. Continuará sendo um evento de referência no futuro. Agora, estamos ansiosos para sediar um grande evento em 2026, acolhendo nossos colegas Austrália, Japão e Equipe EUA, bem como outros convidados de todo o mundo para uma celebração do nosso esporte da melhor forma possível”, disse a presidente da Swimming Canada.

Os quatro países responsáveis pelo gerenciamento do evento, Austrália Candá, EUA e Japão, decidiram por unanimidade a alteração da data. Por outro lado, o local das disputas permanecerá em solo canadense.

Outra competição afetada foi o Pan-Pacífico Júnior, que ocorrerá em 24 e 27 de agosto de 2022. A princípio aconteceria em 2020.

Adiamento das eleições para 2022 pode fazer mal à saúde dos brasileiros

Mandetta sugere adiar eleição; Maia se diz contra

Editorial TNH1- Ricardo Mota.

A prorrogação do mandato de prefeitos, como quer a AMA e a Confederação Nacional dos Municípios, faz mal à saúde (alma) do eleitor.

As eleições devem ser adiadas, mas apenas o suficiente para que a população venha a ter alguma segurança quanto ao contágio do coronavírus. O que parece ser possível, ainda que discutível, no segundo semestre.

O eleitor precisa também de esperança, de expectativa de que algo novo possa acontecer após a fase aguda da epidemia, o que deve ocorrer até o final do ano.

Dar mais dois anos de mandato para quem está concluindo sua gestão em nada vai ajudar os atuais prefeitos, além de aumentar o nível de irritação e descontentamento do eleitorado da maior parte do país.

A campanha há de ser mais curta e mais barata, mas é melhor do que não haver campanha nenhuma.

Ministério da Saúde prorroga campanha de vacinação contra gripe

Movimentação de idosos no posto da 612 Sul para Vacinação contra Influenza

Agência Brasil.

O Ministério da Saúde anunciou hoje (29) a prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe até o dia 30 de junho. A campanha teve três fases, sendo que a terceira fase (dividida em duas etapas) iria até o dia 5 de junho. Porém, o baixo índice de vacinação de grupos prioritários motivou a prorrogação da campanha.

Os grupos prioritários da terceira fase são formados por pessoas com deficiência, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, professores e pessoas de 55 a 59 anos de idade. De 77,7 milhões de pessoas que fazem parte desse público, apenas 63,53% receberam a vacina. O Ministério da Saúde espera, com a prorrogação, alcançar mais 28,3 milhões de pessoas.

A vacina contra influenza não tem eficácia contra o novo coronavírus, porém, neste momento, ajuda os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para a covid-19, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde, já bastante demandados por conta da epidemia do novo coronavírus.

Até o momento, 74,9 milhões de doses da vacina já foram distribuídas aos estados para garantir a imunização do público-alvo da campanha. Os professores, parte do grupo prioritário, devem apresentar o crachá funcional para comprovar o vínculo com alguma instituição de ensino.