Brasil registra 757.462 pessoas curadas da Covid-19

O Ministério da Saúde registrou nesta segunda-feira (29) o total de 757.462 pessoas curadas do coronavírus em todo o Brasil.

Nas últimas 24 horas o ministério contabilizou 23.614 pacientes recuperados do coronavírus.

O número é superior à quantidade de casos ativos no país (552.419), que são pacientes em acompanhamento médico.

Atualmente, o registro dos curados já representa mais da metade do total de casos acumulados (55,4%).

Farmacêutica que pesquisa vacina com Oxford diz esperar primeiros resultados de estudos já em outubro

Folha.

A vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford e a farmacêutica britânica Astrazeneca deve ter resultados preliminares da última etapa de estudos entre outubro e novembro desse ano, disse nesta segunda-feira (29) a diretora-médica da empresa no Brasil, Maria Augusta Bernardini.

“O estudo de fase 3 [quando são feitos ensaios clínicos em humanos] tem duração total de um ano, e voluntários serão acompanhados por um ano. Mas ao redor de outubro e novembro esperamos ter resultados preliminares [de eficácia]”, afirma.

Segundo ela, caso os resultados forem significativos, a empresa pretende solicitar a agências reguladoras uma autorização de registro em caráter excepcional para permitir que a vacina comece a ser disponibilizada.

Bernardini ressalta, porém, que a previsão pode mudar conforme a evolução da pandemia. A informação ocorreu em videoconferência com a embaixada britânica no Brasil.

Segundo Marco Krieger, vice-presidente de inovações da Fiocruz, caso os estudos tenham os primeiros resultados até outubro, o Brasil poderia ter a vacina já no início do primeiro semestre de 2021.

A previsão considera um prazo de quatro meses até a importação dos insumos, obtenção de registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e início da distribuição. “Acreditamos que, no Brasil, ainda no primeiro semestre do ano que vem podemos ter a vacina. Vamos tentar acelerar ao máximo, mas com toda segurança”, diz Krieger.

São Paulo do Potengi/RN registra 276 casos confirmados no município

Nenhuma descrição de foto disponível.

Nesta segunda-feira, dia 29 de junho, registramos 14 novos casos do Covid-19. Agora temos 276 casos confirmados no nosso município. Dentre os casos confirmados, 116 estão em recuperação, 151 já estão recuperados e, lamentavelmente, 9 foram a óbito.

Ainda no boletim, temos 125 casos suspeitos e 249 descartados, que somados aos confirmados totaliza 650 notificações.

No boletim temos detalhado os casos confirmados por UBS de referência, por sexo e por faixas etárias.

Reforçamos a necessidade da conscientização de todos para seguir com as medidas de isolamento social para as pessoas enquadradas em grupos de risco e de distanciamento social para a população em geral.

A higienização correta dos ambientes, das mãos, e a utilização constante da máscara são obrigações sanitárias de todos.

Juntos podemos desacelerar a propagação do Coronavírus.

Se puder, fique em casa.
Se sair, use máscara.

Prefeitura de Tangará adota medidas mais rígidas ao comércio local para o enfrentamento ao coronavírus

Nenhuma descrição de foto disponível.

DECRETO Nº. 14/2020

Dispõe sobre a prorrogação e inclusão de medidas de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus (COVID-19) no âmbito do Município de Tangará/RN

O PREFEITO CONSTITUCIONAL DO MUNICÍPIO DE TANGARÁ, no uso de suas atribuições legais e administrativas:

CONSIDERANDO o aumento exponencial dos casos do novo coronavírus (COVID-19) no Brasil;

CONSIDERANDO a decretação de estado de calamidade pública pelo Estado do Rio Grande do Norte e pelo Município de Tangará/RN;

CONSIDERANDO a existência em nosso Município de mais de 120 (cento e vinte) casos confirmados de infecção por COVID-19, 10 (dez) óbitos, 2 (dois) óbitos em investigação e mais de 180 (cento e oitenta) casos suspeitos;

DECRETA:

Art. 1º – Com o objetivo de reduzir a propagação do novo coronavírus (COVID-19) no Município de Tangará/RN, fica determinado o fechamento de todas as atividades dos estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços privados não essenciais no âmbito urbano e rural, incluindo bares, restaurantes lanchonetes e pastelarias.

§ 1º. Podem permanecer abertos das 08:30 até às 12:00 horas apenas os estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços privados essenciais, tais como supermercados, mercadinhos, fornecimento de gás, bancos, loterias, correspondentes bancários e lojas de produtos veterinários.

§ 2º. Já as farmácias, postos de combustíveis, clínicas de atendimento na área da saúde e padarias poderão permanecer abertos das 05:00 até às 19:00 horas, desde que respeitadas as normas sanitárias de prevenção ao contágio do COVID-19.

§ 3º. Fica permitido até às 21:00 horas o atendimento através de delivery, com entrega em domicílio, desde que respeitadas as normas sanitárias de prevenção ao contágio do COVID-19 e desde que as entregas sejam feitas no domicílio do cliente, permanecendo o estabelecimento fornecedor de portas fechadas.

§ 4º. O infrator sujeita-se ao pagamento de multa pelo descumprimento da norma acima estabelecida no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) por cada hora de descumprimento, sem prejuízo da suspensão do alvará de funcionamento pelo prazo de até 30 (trinta) dias e demais cominações legais e administrativas cabíveis.

Art. 2º. Fica determinado que o mercado público ficará fechado.

Art. 3º. Fica determinado que todos os que exercem atividades comerciais e de prestação de serviços privados que estabeleçam a obrigatoriedade aos seus clientes do uso de máscara de proteção respiratória dentro de seus estabelecimentos, mesmo que de fabricação artesanal, e ainda que disponibilizem permanentemente para seus usuários meios de assepsia para as mãos na entrada dos estabelecimentos e controlem a quantidade de consumidores dentro dos mesmos, de forma a serem respeitadas as normas de saúde acerca da prevenção de contágio, observando o espaço mínimo de dois metros entre cada consumidor dentro do estabelecimento e nas filas de espera para pagar e para entrar, devendo ainda ser observada a distância necessária entre o consumidor e os caixas.

§ 1º. O infrator sujeita-se ao pagamento de multa pelo descumprimento da norma acima estabelecida no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) por cada infração, sem prejuízo da suspensão do alvará de funcionamento pelo prazo de até 30 (trinta) dias e demais cominações legais e administrativas cabíveis.

§ 2º. A fiscalização do cumprimento das regras de prevenção previstas neste Decreto ou em qualquer um dos decretos anteriores, poderá ser feita pela Guarda Municipal, Policia Militar, vigilância Sanitária, pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde, que terão livre acesso aos estabelecimentos quando atuarem com esta finalidade.

Art. 4º. Ficam mantidas todas as demais medidas previstas nos Decretos Municipais ainda vigentes e que não disponham de forma diversa das normas previstas neste instrumento, inclusive permanecendo a obrigatoriedade do uso de máscaras por parte de todos os que estiverem em locais públicos ou de uso comum e a proibição de aglomeração de pessoas.

Art. 5º. Recomenda-se que todos os dias a partir das 20:00 horas, as pessoas permaneçam fora das ruas, praças e logradouros públicos, mesmo que não estejam em aglomeração, somente saindo às ruas em caso de extrema necessidade ou a serviço, e neste caso obedecendo as normas sanitárias de prevenção ao contágio do COVID-19.

Art. 6º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, com o prazo de vigência até o dia 8 de julho de 2020, podendo esta data ser revista a qualquer momento.

Tangará, 29 de junho de 2020.

Jorge Eduardo de Carvalho Bezerra
Prefeito do Município de Tangará/RN

Governo do RN confirma retomada das atividades econômicas dia 1º de julho e muda cronograma da 1ª fase

Comércio terá retomada gradual no RN — Foto: Pedro Vitorino/Cedida

G1/RN.

O Governo do Rio Grande do Norte confirmou nesta segunda-feira (29) a retomada das atividades econômicas do estado a partir da próxima quarta-feira (1º), prazo em que se encerra o atual decreto de isolamento social. Junto com a confirmação, o governo publicou no Diário Oficial um novo cronograma para 1ª fase da volta dos estabelecimentos, que antes tinha três frações e agora terá apenas duas frações.

A retomada havia sido adiada por duas vezes, já que, segundo o Executivo, essa reabertura estaria condicionada ao fato de reduzir a ocupação nos leitos de UTI do estado para menos de 70%. O último adiamento aconteceu no dia 23 de junho. Nesta segunda-feira, a Prefeitura de Natal também anunciou a reabertura do comércio a partir de terça-feira (30).

A taxa de ocupação de leitos críticos na região metropolitana de Natal atualmente é de 97,4%, no Oeste de 93,2% e no Seridó de 82,8%. Ao todo, 44 pacientes aguardam por leitos críticos no estado. Os dados foram consultados às 18h10 no Regula RN, que monitora a situação dos leitos no estado. De acordo com o último boletim da Secretaria do Estado de Saúde Pública (Sesap), o RN tem 24.301 casos de Covid-19 e 937 mortes pela doença.

Nesta segunda-feira, o comitê científico de enfrentamento à pandemia da Covid-19 no RN disse que há uma redução na pressão sobre leitos de UTI no estado e que a taxa de transmissibilidade da doença tem diminuído. Apesar disso, o comitê alertou que não há motivo para relaxamento do isolamento social.

A fase 1 do novo cronograma representa as atividades que vão retornar no dia 1 de julho e é dividida em duas frações. Ela contempla:

  • atividades de informação, comunicação, agências de publicidade, design e afins;
  • salões de beleza, barbearias e afins;
  • estabelecimentos com até 300m² e com “porta para a rua” dos seguintes ramos: papelarias, bancas de revistas; comércio de produtos de climatização; comércio de bicicletas e acessórios; comércio de vestuário; e armarinho.

A partir do oitavo dia, está prevista a retomada de outros estabelecimentos. São eles:

  • serviços de alimentação de até 300m² (restaurantes e food trucks);
  • estabelecimentos com até 600 m² e com “porta para a rua”, dos seguintes ramos:
  • a) comércio de móveis, eletrodomésticos e colchões;
  • b) lojas de departamento e magazines não localizados dentro de shopping centers ou centros comerciais;
  • c) agências de turismo;
  • d) comércio de calçados;
  • e) comércio de brinquedos, artigos esportivos e de caça e pesca;
  • f) comércio de instrumentos musicais e acessórios; de equipamentos de áudio e vídeo; de eletrônicos/informática; de equipamentos de telefonia e comunicação;
  • g) joalherias, relojoarias, bijuterias e artesanatos;
  • h) comércio de cosméticos e perfumaria.

Os estabelecimentos que vão reabrir precisam cumprir algumas determinações, como higienização dos locais, uso de máscaras por funcionários e clientes, controle no número de pessoas nas lojas, e disponibilização de álcool em gel 70%.

“Como os tempos que vivemos ainda não são de normalidade, peço que não entendam o início dessa retomada como um convite ao não distanciamento ou ao ‘liberou geral’. Qualquer retrocesso nos levará a retomar parâmetros de restrições anteriores. Por isso que, mais do que nunca, é preciso manter o isolamento social como medida preventiva e o uso obrigatório de máscaras em todos os espaços públicos, incluindo os transportes públicos”, disse a governadora Fátima Bezerra (PT).

Na publicação do Diário Oficial, o governo reitera que “verificada tendência de crescimento dos indicadores após a liberação das atividades, poderão ser adotados, a qualquer tempo, se necessário, o restabelecimento ou o adiamento das fases, bem como o recrudescimento das medidas”.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (Fecomércio) disse que a retomada vai acontecer de maneira segura no estado. “Nosso segmento está preparado e seguirá se aprimorando para que esta retomada gradual se dê com toda a segurança e firmeza. Fazer algo dessa reabertura algo definitivo e positivo é tarefa de todos nós, empreendedores, autoridades, consumidores e colaboradores. É preciso atender os protocolos. Fiscalizar sua aplicação, orientar eventuais ajustes e fazer o RN retomar o crescimento”, disse o presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz.

Prefeitura de Natal anuncia reabertura do comércio a partir desta terça-feira (30)

Em coletiva de imprensa, o prefeito Álvaro Dias anunciou a reabertura do comércio de Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

G1/RN.

A Prefeitura de Natal anunciou a reabertura do comércio a partir desta terça (30) na capital potiguar. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa na tarde desta segunda (29).

A medida será publicada no Diário Oficial do Município desta terça. “”Tomamos a decisão, discutida com o Comitê Científico do município, que se pronunciou e aprovou, por unanimidade, a flexibilização do comércio, e o retorno lento, gradual e responsável das atividades do comércio de Natal”, disse o prefeito Álvaro Dias (PSDB).

“O retorno vai ser feito através de etapas, que serão publicizadas amanhã (30) no decreto, no Diário Oficial do Município, e serão rigorosamente fiscalizadas pela Guarda Municipal, pelos fiscais da STTU, da Semsur e do Procon”, disse o gestor municipal.

Na primeira fase, segundo o prefeito Álvaro Dias, poderão funcionar os seguintes estabelecimentos:

  • serviços de recursos humanos e terceirização;
  • atividades de informação, comunicação, agências de publicidade, designers e afins;
  • centros de distribuição e depósitos;
  • serviços sociais;
  • autônomos;
  • agências de turismo;
  • salão de beleza e barbearias;
  • lojas de até 300 metros quadrados de artigos usados; papelarias, material de escritório, variedades, climatização, bicicletas, plantas e vestuário

A decisão da Prefeitura antecipa em um dia a reabertura do comércio prevista para o dia 1º de julho no decreto estadual.

O prefeito afirmou que, caso as regras sanitárias não sejam cumpridas, o comércio pode ser fechado novamente. “Tenho preocupação das regras não serem cumpridas, como o uso de máscaras, por exemplo. Aí, sim, nós poderemos voltar atrás. Esse cumprimento das regras será fiscalizado e se houver descumprimento exagerado nós poderemos, sim, paralisar as atividades de novo, fazendo com que o comércio volte a ficar fechado”, afirmou Álvaro Dias.

Retomada das atividades econômicas no RN

O início da retomada das atividades econômicas no Rio Grande do Norte foi condicionado ao cumprimento de protocolos específicos de segurança sanitária. Dentre eles, a ocupação dos leitos de UTI, que deve estar abaixo de 70%.

A primeira data prevista para reabertura de alguns comércios foi 17 de junho, mas a data foi adiada para 24 de junho porque o Estado estava com 99% dos leitos ocupados. Em 24 de junho, novamente a ocupação de leitos estava acima de 70% e a reabertura do comércio foi novamente adiada para 1º de julho.

Ministério da Saúde entrega mais de 6 mil ventiladores pulmonares

exame coronavirus COVID-19

Agência Brasil.

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, disse hoje (29), durante entrevista no Palácio do Planalto, que já foram entregues 6.410 ventiladores pulmonares. Nos últimos sete dias, foram distribuídos 1.553. Os estados que mais receberam o equipamento até agora foram Rio de Janeiro (814), São Paulo (766), Pará (406), Minas Gerais (389) e Bahia (306).

Foram disponibilizadas 4,37 milhões de unidades de cloroquina. Os estados destinatários das maiores quantidades de comprimidos foram São Paulo (489 mil), Pará (439 mil), Alagoas (412 mil), Amazonas (371 mil) e Ceará (302 mil).

Segundo o Ministério da Saúde, foram encaminhados até agora 115,7 milhões de equipamentos de proteção individual (EPIs). Deste total, foram repassados às secretarias estaduais de saúde 54,7 milhões de máscaras cirúrgicas, 36,8 milhões de luvas cirúrgicas, 15,6 milhões de toucas, 3,4 milhões de máscaras N95, 2,9 milhões de aventais, 1,2 milhão de protetores faciais e 554 mil recipientes de álcool em gel.

Em termos de recursos, de acordo com a pasta, até o momento, foram destinados aos estados e municípios R$ 9,7 bilhões para ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Governo do RN atinge a marca de 415 leitos para tratamento de Covid 19 na rede pública do Estado

O Governo do RN abriu ao todo 415 leitos na rede pública estadual para pacientes em tratamento contra a Covid-19. Foram abertos em Natal 33 leitos críticos municipais com auxílio do Estado, que encaminhou 11 respiradores, 30 bombas de infusão e 40 monitores. Foram 214 críticos e 201 leitos clínicos/estabilização.

Dos 247 leitos críticos disponíveis (214 só do Estado e 33 da parceria Estado e município), 32 leitos são específicos para pacientes de Covid com algum tipo de necessidade especial (materno, pediátrico, ortopédico).

Confira a localização dos leitos.

LEITOS CRÍTICOS : 214

OESTE – 57 leitos críticos
Hospital Tarcísio Maia (geral): 20 leitos
Hospital São Luiz (geral): 29 leitos
Apamim (materno): 5 leitos
Wilson Rosado (pediátrico): 3 leitos

MATO GRANDE – 4 críticos
Hospital Municipal de Guamaré: 4 leitos

ALTO OESTE – 11 críticos
Hospital Regional Cleodon Carlos de Andrade (Pau dos Ferros) – geral: 11 leitos

SERIDÓ – 29 críticos
Hospital Regional do Seridó (Caicó) – geral: 29 leitos

REGIÃO METROPOLITANA – 113 críticos estaduais | 137 (Estado + 33 leitos municipais de Natal abertos com apoio do Estado)
Giselda Trigueiro (geral): 25 leitos
Hospital da PM (geral): 20 leitos
Luiz Antonio: 20 leitos
Memorial (geral): 6 leitos
Rio Grande (geral): 5 leitos
João Machado: 8 leitos
Santa Catarina (obstetrícia): 5 leitos
Maria Alice (pediátrico): 7 leitos
Hospital Rui Pereira (vascular): 5 leitos
Deoclécio Marques (ortopedia): 7 leitos
Belarmina Monte: 5 leitos – Enviamos respiradores

Gestão municipal de Natal (leitos abertos com auxílio do Estado que encaminhou 11 respiradores, 30 bombas de infusão e 40 monitores)
Hospital Municipal de Natal: 17 leitos
Hospital de Campanha de Natal: 16 leitos

TOTAL: 214 leitos críticos só do Estado.

São 247 leitos críticos disponíveis ao somarmos os leitos do município de Natal que foram abertos com auxílio de equipamentos do Governo do RN.

LEITOS CLÍNICOS E ESTABILIZAÇÃO: 201

1ª região – 11 leitos clínicos
Lindolfo – 7 clínicos e 4 leitos de estabilização

2ª região – 67
Rafael Fernandes – 14 leitos (2 estabilização + 12 clínicos)
Apodi – 8 leitos (2 estabilização + 6 clínicos)
Caraubas – 3 leitos (1 estabilização + 2 clínicos)
São Luiz – 30 leitos
Apamim – 12 leitos

3ª região – 8
Regional de João Câmara – 8 leitos (2 de estabilização + 6 clínicos)

4ª região – 16
Caicó – 15 leitos
Currais – 1 leitos

5ª região – 6
SPP – 6 leitos (2 estabilização + 4 clínicos)

6ª região – 10
Cleodon – 10 leitos clínicos

7ª região – 77
Maria Alice – 22 clínicos + 2 estabilização
Santa Catarina – 7 clínicos
Rio Grande – 10 leitos clínicos
Liga – 20 clínicos
Rui Pereira – 5 clínicos
João Machado – 10 clínicos + 1 estabilização

8ª região – 6
Assú – 4 clínicos + 2 estabilização

TOTAL: 201

TOTAL DO ESTADO: 415 leitos, sendo 214 leitos críticos e 201 leitos clínicos/estabilização.

Nas últimas 24 horas, Brasil registra 692 óbitos por covid-19

O Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) ampliou sua capacidade de atendimento para pacientes de coronavírus que precisam de terapia intensiva. A instituição passou a contar com 99 leitos em um novo Centro de Terapia Intensiva (CTI). Até

Agência Brasil.

Com 692 novos óbitos, registrados nas últimas 24 horas, sobe para 58.314 o total de mortes em função da pandemia do novo coronavírus no Brasil. O número foi divulgado na atualização diária do Ministério da Saúde. O total representou um aumento de 1,2% em relação a ontem (28), quando o balanço marcou 57.622 falecimentos totais em decorrência da covid-19. Para se ter uma ideia do que o número representa, a soma é maior do que a capacidade de conhecidos estádios brasileiros, como Beira Rio e Arena do Grêmio, em Porto Alegre, e Arena Fonte Nova, em Salvador.

Ainda conforme o Ministério da Saúde, nas últimas 24 horas foram adicionadas às estatísticas mais 24.052 casos confirmados de covid-19. Com isso, o Brasil atinge 1.368.195 milhões de casos acumulados da doença.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 4,3%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 27,7. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 651,1.

O balanço do Ministério da Saúde aponta 552.419 pacientes ainda em observação, enquanto o total de recuperados desde o início da pandemia totaliza 757.462.

Novo vírus da gripe com “potencial pandêmico” e que tem porcos como hospedeiros é encontrado na China

R7 com BBC Brasil

Uma nova cepa do vírus da gripe com potencial de causar uma pandemia foi identificada na China, segundo um novo estudo.

Essa linhagem surgiu recentemente e tem os porcos como hospedeiros, mas pode infectar seres humanos, dizem os autores da pesquisa.

Os cientistas estão preocupados com o fato de que ela poderia sofrer uma mutação ainda maior e se espalhar facilmente de pessoa para pessoa e desencadear assim um surto global.

Eles dizem que a cepa tem “todas as características” de ser altamente adaptável para infectar seres humanos e precisa ser monitorada de perto.

Como se trata de uma nova linhagem do vírus influenza, que causa a gripe, as pessoas podem ter pouca ou nenhuma imunidade a ela.

Ameaça pandêmica

Uma nova cepa do influenza está entre as principais ameaças que os especialistas estão monitorando, mesmo enquanto o mundo ainda tenta acabar com a atual pandemia do novo coronavírus.

A última gripe pandêmica que o mundo enfrentou, o surto de gripe suína de 2009 que começou no México, foi menos mortal do que se temia inicialmente, principalmente porque muitas pessoas mais velhas tinham alguma imunidade a ela, provavelmente por causa de sua semelhança com outros vírus da gripe que circulavam anos antes.

O vírus da gripe suína, chamado A/H1N1pdm09, agora é combatido pela vacina contra a gripe que é aplicada anualmente para garantir que as pessoas estejam protegidas.

A nova cepa de gripe identificada na China é semelhante à da gripe suína de 2009, mas com algumas mudanças.

Até o momento, não representou uma grande ameaça, mas o professor Kin-Chow Chang e colegas que o estudam dizem que devemos ficar de olho nele.

Qual é o perigo?

O vírus, que os pesquisadores chamam de G4 EA H1N1, pode crescer e se multiplicar nas células que revestem as vias aéreas humanas.

Eles descobriram evidências de infecção recente em pessoas que trabalhavam em matadouros e na indústria suína na China.

As vacinas contra a gripe atuais não parecem proteger contra isso, embora possam ser adaptadas para isso, se necessário.

Kin-Chow Chang, que trabalha na Universidade de Nottingham, no Reino Unido, disse à BBC: “No momento estamos distraídos com o coronavírus e com razão. Mas não devemos perder de vista novos vírus potencialmente perigosos”.

Embora esse novo vírus não seja um problema imediato, ele diz: “Não devemos ignorá-lo”.

Os cientistas escrevem na revista Proceedings, da Academia Nacional de Ciências britânica, que medidas para controlar o vírus em porcos e monitorar de perto as populações trabalhadoras devem ser rapidamente implementadas.

O professor James Wood, chefe do Departamento de Medicina Veterinária da Universidade de Cambridge, disse que o trabalho “vem como um lembrete salutar” de que estamos constantemente sob o risco do surgimento de patógenos e que animais de criação, com os quais os seres humanos têm maior contato do que com a vida selvagem, podem ser uma fonte de vírus pandêmicos.

Polícia encerra festa que teve show do sertanejo Bruno, da dupla com Marrone, em Caldas Novas

Bruno, da dupla com Marrone, se apresentou em festa em Caldas Novas — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

G1.

A Polícia Militar encerrou uma festa que teve show com o sertanejo Bruno, da dupla com Marrone, em Caldas Novas, no sul de Goiás. O evento aconteceu no sábado, às margens do Lago Corumbá e reuniu cerca de 40 pessoas. Um decreto municipal proíbe aglomerações na cidade.

Segundo a PM, o dono do evento disse que era uma comemoração de aniversário e reuniu amigos e familiares.

Vídeos e fotos que circulam em redes sociais mostram o cantor Bruno se apresentando em um palco ao lado de músicos que o acompanham nos shows. Por telefone, a assessoria de imprensa do músico disse que ele foi contratado para cantar em uma confraternização em família e que o contratante disse que seriam poucas pessoas. Porém, ao chegar ao local, Bruno viu que havia uma quantidade maior de participantes.

Ainda segundo a assessoria, o contratante disse que todas as pessoas presentes foram testadas para a Covid-19 e o resultado foi negativo. O músico ficou cerca de uma hora no evento e não estava mais no local quando a polícia encerrou a festa.

A Polícia Militar registro um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra o organizador da festa. A equipe também dispersou os convidados do local. A Secretaria de Meio Ambiente de Caldas Novas informou ainda que foi ao local e que fez um auto de infração contra o dono do evento por desobediência aos decretos municipais. A multa pode chegar a mais de R$ 30 mil.

Covid-19: Brasil registra 552 óbitos e 30.476 novos casos da doença

Boletim epidemiológico covid-19

Agência Brasil.

O Ministério da Saúde divulgou hoje (28) novos números sobre a pandemia do novo coronavírus no país. De acordo com levantamento diário feito pela pasta, o Brasil tem 1.344.143 casos confirmados de covid-19 acumulados e o total de 57.622 mortes. Os casos de pacientes recuperados somam 733.848. 

Nas últimas 24 horas, o ministério registrou 552 óbitos e 30.476 novos casos da doença.

A região Sudeste tem o maior número de casos acumulados desde o início da pandemia, com 914.004 casos e 52.882 mortes. O Nordeste aparece em segundo com 902.152 casos 36.648 óbitos. Em seguida estão as regiões Norte (502.928 casos e 18.622 mortes), Centro-Oeste (170.996 casos e 3.122 mortes) e Sul (137.254 casos e 2.866 óbitos).

Papa Francisco doa quatro respiradores para ajudar Brasil no combate ao coronavírus

 O Papa Francisco abençoa público durante o Angelus, de sua janela na Praça de São Pedro, no Vaticano, no domingo (21) — Foto: AP Photo/Andrew Medichin

G1.

O Papa Francisco doou, nas últimas semanas, 35 respiradores artificiais para auxiliar 13 países no combate ao coronavírus. Quatro desses aparelhos serão destinados a hospitais no Brasil, segundo comunicado divulgado nesta sexta-feira (26).

Segundo a Esmolaria Apostólica, órgão do Vaticano responsável por doações e caridade, através do ato o papa “expressa sua proximidade com os países afetados pela pandemia de Covid-19, especialmente aqueles com sistemas de saúde em maiores dificuldades”.

Além do Brasil, também receberão quatro respiradores cada o Haiti e a Venezuela. Serão enviados três para a Colômbia, e o mesmo número para Honduras e México. Os demais países da lista receberão dois aparelhos cada República Dominicana, Bolívia, Equador, Camarões, Bangladesh, Ucrânia e Zimbábue.