Brasil é 2º país com maior número de curados da covid-19 no mundo: 211.080

R7.

O Brasil é o segundo país com o maior número de pessoas curadas da covid-19 em todo o mundo, de acordo com informações da Universidade Johns Hopkins.

Segundo o Ministério da Saúde, nesta segunda-feira (1º), o país alcançou a marca de 211.080 recuperados da infecção respiratória provocada pelo novo coronavírus, atrás apenas dos Estados Unidos (444.758).

O número corresponde a 40,1% do total de 526.447 casos confirmados. Ao todo, há 29.937 óbitos registrados e 4.412 mortes sob investigação.

Integram o grupo de recuperados, de acordo com a pasta, todos os diagnosticados que enfrentaram os 14 dias de quarentena preventiva e, também, aqueles que receberam alta dos leitos hospitalares.

SEM LOCKDOWN: Reunião do Governo do Estado com prefeitos de Natal e Grande Natal mantém medidas atuais e aumento de fiscalização

Em videoconferência que durou cerca de duas horas entre a governadora Fátima Bezerra e os prefeitos dos municípios de Natal, Extremoz, São Gonçalo do Amarante, Macaíba e Parnamirim, o acordo foi pela manutenção das regras em vigor atualmente, aumentando consideravelmente a fiscalização. Também ficou acordado que em qualquer momento, devido a gravidade da situação, a posição poderá ser revista.

O governo estadual propôs um maior envolvimento dos municípios no cumprimento e fiscalização das medidas, de forma que o Decreto estadual em vigor possa, de fato, ser posto em prática no cotidiano da população do Rio Grande do Norte.

Segundo o Governo do Estado, ao participarem da videoconferência, os prefeitos Rosano Taveira (Parnamirim), Fernando Cunha (Macaíba), Joaz Oliveira (Extremoz) e Paulo Emídio (São Gonçalo do Amarante) declararam que notaram o aumento de pessoas nas ruas de suas cidades e foram enfáticos ao assumirem que endurecerão medidas de isolamento.

Para tanto, foi criada uma comissão entre o Governo Estadual e os municípios para definir ações concretas, tais como as blitzen que já vêm acontecendo, rondas nos bairros e comércios, proibição de circulação em áreas públicas, fechamento de acesso às praias e controle de trânsito. Foi proposta, ainda, uma ação integrada das forças de segurança do Estado e municípios e dos Procons, de forma a intensificar a fiscalização do cumprimento das medidas.

Também estiveram presentes na reunião, os representantes do Comitê de Especialistas, Caroline Maciel, do Ministério Público Federal, e Eudo Leite, Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público Estadual.

Na próxima sexta-feira (05), finda o prazo do atual decreto estadual em vigor e as medidas acertadas na videoconferência se tornam necessárias devido ao crescimento constante no número de óbitos registrados, associado ao baixo índice de isolamento social cumprido pela população potiguar – que no último fim de semana foi de apenas 42%, quando o ideal é de 70%.

DO BLOG DO BG.

CategoriasRN

Serra Caiada tem 6 casos curados da covid-19

A imagem pode conter: texto

A Secretaria Municipal de Saúde, notificou nesta segunda-feira 1 de junho, 6 pacientes que venceram o Coronavírus COVID-19, trata-se de: 1 do sexo Masculino 31 anos, 5 pacientes do sexo feminino com idades de 29, 69, 43, 11 e 58 anos.

A gestão não mede esforços no enfrentamento a COVID-19 e segue no combate a doença. Parabenizamos a todos os profissionais da Saúde envolvidos nesta luta.

Agora, mais do nunca, contamos que a população continue colaborando, seguindo as recomendações e orientações passadas pelos órgãos de Saúde: permanecendo em casa, e ao sair, (se realmente for necessário), fazer o uso de máscara, mantendo os hábitos de higienização constantes e evitando aglomerações com distanciamento social.

Se cada um fizer a sua parte, todos enfrentarão com mais segurança a Pandemia.

A Prefeitura Municipal de Serra Caiada segue no enfrentamento a COVID-19.

Prefeitura de Santa Cruz confirma mais 10 casos de Covid-19 no município

O setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Santa Cruz confirma mais 10 casos de Covid-19 no município, um deles encontram-se internado no Hospital Aluízio Bezerra e os demais em isolamento domiciliar e acompanhados por equipe da Estratégia de Saúde da Família do município. Além dos casos confirmados, nas últimas 24 horas mais casos foram registrados como suspeitos e descartados, além de mais três pacientes estão recuperados.

RN tem 323 mortes por Covid-19 e 8.008 pessoas infectadas pela doença

RN tem 323 mortes por Covid-19 e 8.008 pessoas infectadas pela doença — Foto: Tarso Sarraf/Estadão Conteúdo

G1/RN.

O Rio Grande do Norte tem 8.008 casos confirmados e 323 mortes pelo novo coronavírus. Os dados atualizados constam no boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) desta segunda-feira (1º). Além disso, outras 69 mortes estão em investigação para que se descubra se foram provocadas pela doença.

Na domingo (31) não houve boletim emitido pela pasta. No registro anterior, no sábado (30), o RN tinha 7.402 casos confirmados de Covid-19 – 606 a menos que os números atuais – e 305 óbitos (18 a menos).

Hospital de Campanha é entregue em Parnamirim/RN e intensifica combate à Covid-19

A Prefeitura de Parnamirim, através da Secretaria Municipal de Saúde (Sesad), entregou na manhã desta segunda-feira, (1) o Hospital de Campanha da cidade, um equipamento de extrema importância no enfrentamento ao novo coronavírus. A estrutura foi montada no Centro Especializado em Reabilitação (CER), no bairro Vida Nova, e conta com 44 leitos de internação, para dar apoio aos pacientes de COVID-19 com sintomas leves e moderados.

Presente na entrega do Hospital de Campanha, o prefeito Rosano Taveira falou de todos os esforços realizados pela administração, para a implantação da unidade de saúde e da importância do equipamento na cidade durante e pós pandemia.

“A crise é mundial, países de primeiro mundo sofreram bastante. Mas estamos nos esforçando para levar uma saúde de qualidade ao parnamirinense. A chegada do Hospital de Campanha é muito importante na batalha contra a Covid-19. Lembro que todos os equipamentos adquiridos continuarão na cidade quando a pandemia passar. Agradeço a todos os profissionais envolvidos nesta batalha. A união de todos é fundamental para superarmos esta situação”, disse.

De acordo com a Sesad, o Hospital de Campanha conta com uma equipe composta por médicos internistas, infectologistas, plantonistas e técnicos de enfermagem trabalhando em rodízio de 12 horas, e enfermeiros. Fisioterapeutas, funcionários de limpeza e duas secretárias também atuarão na unidade, além de profissionais de assistência social, psicologia, bioquímicos e recepcionistas.

“A equipe é composta por profissionais capacitados e acostumados a trabalhar com a situação de Covid-19. É um trabalho 24 horas que também vai contar com a soma do pessoal aprovado no processo seletivo. Além do esforço do pessoal da saúde, a conscientização da população é fundamental. Parnamirim precisa de união. Tratamos de vidas e qualquer um de nós pode precisar do serviço”, disse a secretária da Sesad Terezinha Rêgo.

A titular da pasta de saúde ainda exaltou a estrutura do Hospital de Campanha. “Poucos hospitais foram abertos no Brasil com uma organização parecida com a nossa. Um prédio novo, sem nada de infecção e com excelentes instalações físicas. Temos apoio diagnóstico, medicamentos, profissionais capacitados e rede de oxigênio”.

Dos 44 leitos disponibilizados, dois leitos de estabilização são exclusivos para pacientes graves. A função desses leitos é, justamente, manter o paciente estável, até que ele possa ser transferido com segurança para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O espaço é diferenciado dos demais, pois conta com respiradores e outros equipamentos avançados.

Entre os diversos departamentos, o Hospital de Campanha de Parnamirim conta com enfermarias, sala de estabilização, farmácias, banheiros masculino, feminino e infantil. Lara Figueiredo, diretora clínica, comentou sobre como funcionará os serviços e benefícios da unidade para a população:

“A abertura do Hospital de Campanha é um ganho espetacular para a saúde de Parnamirim. Os pacientes serão regulados através da UPA de Parnamirim, e são transferidos aqui para o hospital. É uma estrutura incrível! Pacientes que agravarem a situação clínica terão respiradores disponíveis, monitores e oxigenoterapia já adequada com a rede. Temos os equipamentos necessários para essa era de pandemia”.

Covid-19 cresce cerca de 5 vezes em um mês e Brasil chega a 29.937 mortes

20/05/2020 - Ala voltada para pacientes com coronavírus em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no hospital Gilberto Novaes, em Manaus (AM) - Michael Dantas/AFP

UOL.

Com a confirmação de 623 novas mortes contabilizadas pelo Ministério da Saúde hoje, o Brasil viu o número de óbitos crescer quase cinco vezes em um mês: em 1º de maio, o total era de 6.329. Hoje, já são 29.937

Segundo o balanço mais recente do Ministério da Saúde, o Brasil registrou 12.247 novos diagnósticos nas últimas 24 horas e agora soma 526.447 casos confirmados de covid-19 em todo o território — um crescimento de mais de cinco vezes, já que, em 1º de maio, o número de pacientes infectados era de 91.589.

Governo anuncia ferramenta para quem teve auxílio emergencial negado

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, anunciou a criação de uma ferramenta de contestação para pessoas que tiveram o auxílio emergencial de R$ 600 negado anteriormente. O governo calcula que o sistema deve beneficiar mais cerca de cinco milhões de brasileiros.

“Nós estamos construindo o que chamamos de ‘esteira de contestação’, que vai ser pelo número 121, mas que ainda não está pronto”, disse Onyx, sem entrar em detalhes, durante entrevista ao “Brasil Urgente”, da TV Bandeirantes.

A nova ferramenta deve ser anunciada pelo governo até o final desta semana. Lançado em abril para assegurar uma renda para trabalhadores informais e famílias de baixa renda em meio à pandemia do novo coronavírus, o auxílio emergencial do governo federal soma cerca de R$ 123 bilhões em recursos orçamentários.

O benefício será pago, inicialmente, em três parcelas. No momento, o governo executa o pagamento da segunda parcela do programa.

Fiscalização do COREN aponta que Tangará não tem plano de contingência para o coronavírus

[Coren em Ação] Na última quinta-feira (28), o Coren-RN realizou visita técnica e fez o levantamento situacional relacionados aos riscos para a Covid-19 na USF Francisco Barbosa de Mendonça e no Hospital Maternidade Santa Teresinha, ambos em Tangará /RN.

Na Unidade da Saúde da Família a equipe constatou a inexistência de plano de contingência para o Coronavírus, a inexistência pontual de máscaras cirúrgicas com estoque insuficiente para todos os dias de atendimento, sendo alguns vezes necessário o uso da máscara de tecido e a inexistência de capote para o uso dos profissionais.

Na Maternidade também foi verificada que não havia plano de contingência e as máscaras cirúrgicas e N95 não eram adequadas para o enfrentamento da Covid. Alguns profissionais relataram também um número insuficientes de capotes muitas vezes tendo que fazer a reutilização. Durante a visita, o Coren-RN conversou com os profissionais, fez a orientação do uso adequado de EPI’s e estabeleceu um prazo à administração para adequação.

Participaram desta visita técnica, o Conselheiro Tesoureiro, Jorge Carlos, e a enfermeira fiscal Marieta Tavares.

Fonte: Coren RN.

São Paulo do Potengi RN confirma primeiro óbito por Covid-19 no município

 

É com grande pesar que a Prefeitura Municipal de São Paulo do Potengi, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, comunica a população potengiense sobre o primeiro óbito por Novo Coronavírus (COVID-19) em nosso Município.

O paciente estava com resultado positivo e seguia internado no Hospital Regional desde o último dia 30 de maio, onde veio a falecer na noite de ontem.

Lamentamos profundamente a perda e nos solidarizamos com a família e os amigos neste momento de tamanha dor.

Reforçamos a relevante necessidade da conscientização de todos para seguir com as medidas de prevenção exigidas através do isolamento social para as pessoas enquadradas em grupos de risco. E o distanciamento social, a higienização correta dos ambientes e mãos, e a utilização constante da máscara é uma obrigação sanitária de todos.

Se puder, fique em casa.
Se precisar sair, use máscara.

Pedimos encarecidamente: se cuide para também proteger os seus entes queridos!