Prefeitura de São Paulo do Potengi confirma o quinto óbito por Novo Coronavírus (COVID-19) na noite deste domingo (14)

A imagem pode conter: texto

A Prefeitura Municipal de São Paulo do Potengi, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, comunica a população potengiense sobre o quinto óbito por Novo Coronavírus (COVID-19) em nosso Município.

O paciente foi internado no Hospital Regional na última sexta-feira, 12, e testou positivo para COVID-19 no sábado, dia 13. Neste domingo, 14 de junho, veio a falecer naquela unidade de saúde.

Lamentamos profundamente a perda e nos solidarizamos com a família e os amigos neste momento de tamanha dor.

Reforçamos a relevante necessidade da conscientização de todos para seguir com as medidas de prevenção exigidas através do isolamento social para as pessoas enquadradas em grupos de risco. E o distanciamento social, a higienização correta dos ambientes e mãos, e a utilização constante da máscara é uma obrigação sanitária de todos.

Se puder, fique em casa.
Se precisar sair, use máscara.

RN não sustenta mais três meses de distanciamento social, diz secretário de Tributação

Tribuna do Norte.

Noventa dias se passaram desde o primeiro caso confirmado do novo coronavírus no Rio Grande do Norte, na data de 12 de março. O Estado decretou as primeiras medidas de distanciamento social no dia 23 do mesmo mês, mas o número de mortes causadas pela pandemia ultrapassou 500 no dia exato em que os três meses foram completados, na sexta-feira, com 509 vítimas fatais e mais de 13 mil infectados. O número de casos confirmados por dia ainda é crescente, e o governo estadual avalia que o distanciamento social é a única medida para desacelerar o contágio. Entretanto, o Rio Grande do Norte não sustenta mais três meses de distanciamento social nos termos atuais. O risco é um cenário dramático de desemprego. Essa é a avaliação do secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier.

“Eu não creio que o Rio Grande do Norte sustente mais três meses de isolamento social neste patamar [de medidas] que a gente tem hoje, muito por causa do impacto econômico”, declarou Xavier nesta sexta-feira, 12. Entretanto, ao contrário da sobrevivência econômica, a assistência hospitalar requer distanciamento social para não entrar em colapso. A Secretaria de Estado de Saúde Pública do RN (Sesap) abriu 345 leitos (críticos e clínicos) desde o início da pandemia, mas foram insuficientes para evitar a situação atual de ocupação máxima dos leitos. E abrir novos leitos nos próximos meses se torna cada vez mais difícil pela escassez de profissionais de saúde, avaliam especialistas do comitê técnico da secretaria.

O decreto estadual de distanciamento social em vigor foi publicado no dia 4 deste mês com regras mais rígidas para aumentar o isolamento. Ele segue até esta terça-feira, 16, se não for renovado, e prevê a reabertura gradual da economia a partir do dia 17, mas condiciona isso a ocupação de 70% dos leitos críticos (intensivos e com respiradores). A dois dias do fim do decreto, 94,9% dos leitos estão ocupados. A pior fase da pandemia do novo coronavírus ainda não passou, mesmo três meses depois do seu início.

Confira na íntegra AQUI

CategoriasRN

PB: Prefeitura de Araruna confirma na manhã deste domingo (14) o primeiro óbito por coronavírus na cidade

Araruna On Line.

A Prefeitura de Araruna, por meio da Secretaria Municipal de Saúde confirmou na manhã deste domingo (14), o primeiro óbito por coronavírus na cidade. O paciente do sexo feminino era hipertensa e obesa.

Trata-se de uma paciente de 38 anos, residente no Sítio Mata Velha, Ela deu entrada na Unidade Básica de Saúde na quarta-feira (10/06), com os sintomas da doença, foi consultada pela médica da Unidade e orientada a ficar em isolamento domiciliar, e que, em caso de piora, procurasse o Pronto Atendimento Municipal. Já na quinta-feira, a paciente apresentou complicações no quadro clínico e foi para o PA, onde foi atendida pelo médico de plantão Dr. Evandro, a mesma foi regulada e transferida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Guarabira (tendo resultado positivo para o Covid-19. Ela morreu na manhã deste domingo, 14.

O prefeito Vital Costa lamentou a morte da moradora. “Ararunenses, esta é uma notícia que jamais gostaríamos de dar. Infelizmente, porém, acabamos de receber a confirmação da primeira morte por Covid-19 em nossa cidade. A paciente tinha 38 anos, com comorbidades, internada na UPA de Guarabira. Lamentavelmente entramos para as estatísticas tristes dessa doença. Aos familiares e amigos enlutados, os sinceros sentimentos de toda a Prefeitura de Araruna. Estamos unidos a vocês em oração”.

O prefeito ressaltou ainda a importância das medidas de prevenção. “Este primeiro óbito nos faz lembrar o quão importante são as medidas de prevenção. Sempre que possível, permaneçam em casa. Ao sair, usem a máscara. Lavem bem as mãos, usem álcool em gel e mantenham distância das pessoas. Não é o momento para recebermos amigos, fazermos festa ou visitarmos ponto turístico. É hora de lidarmos com o essencial, fazer somente aquilo que é estritamente necessário para mantermos uma rotina normal, dentro do possível”, disse.

Prefeitura de São Paulo do Potengi confirma 6 novos casos da Covid-19 no município neste domingo (14)

Nenhuma descrição de foto disponível.

Neste domingo, 14, registramos 6 novos casos do Covid-19. Agora temos 125 casos confirmados no nosso município, dos quais 36 já estão recuperados e 4, lamentavelmente, foram a óbito. O óbito mais recente aconteceu na manhã deste domingo no Hospital Regional. Temos 72 casos suspeitos e 145 descartados, que somados aos confirmados totaliza 342 notificações.

No boletim temos detalhado os casos confirmados por UBS de referência, por sexo e por faixas etárias.

Reforçamos a necessidade da conscientização de todos para seguir com as medidas de isolamento social para as pessoas enquadradas em grupos de risco e de distanciamento social para a população em geral.

A higienização correta dos ambientes, das mãos, e a utilização constante da máscara são obrigações sanitárias de todos.

Juntos podemos desacelerar a propagação do Coronavírus.

Se puder, fique em casa.
Se sair, use máscara.

Paraíba: Morre prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano

Click PB.

Morreu neste domingo (14), o prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da sua filha, Camila Toscano.

Zenóbio estava internado desde o dia 6 de junho e se recuperava bem da Covid-19, mas no último sábado (13) sofreu um novo Acidente Vascular Cerebral (AVC), desta vez hemorrágico, o que agravou o quadro de saúde o levando a morte. Ele foi internado às pressas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Unimed.

A família não deu informações sobre o velório e enterro do prefeito.

Zenóbio Toscano nasceu em 4 de setembro, no município de Ingá, na Paraíba. Era formado em engenharia e casado com a ex-deputada estadual Léa Toscano com quem teve quatro filhos.

Na política, Zenóbio começou a vida pública sendo prefeito da cidade de Guarabira. Em 15 de novembro de 1982 foi eleito com 50,44% dos votos válidos, na disputa ao lado de Jáder Pimentel – PDS (49,09%) e Ademir Leal – PT (0,47%). Em 1990 concorre pela primeira vez a deputado estadual na Paraíba pelo PMDB, conseguindo a expressiva votação de 14.936 votos, sendo o oitavo mais votado do pleito.

Em 03 de outubro de 1994 é eleito mais uma vez deputado estadual com a votação de 34.837 sendo o deputado mais votado do estado. Em 4 de outubro de 1998 Zenóbio conquista mais uma vez uma vaga na Assembléia Legislativa do Estado. Em 2001, deixa o PMDB e filia-se ao PSDB. Em outubro de 2002 é eleito para seu quarto mandato como deputado estadual na Paraíba. Em 2006 é novamente o mais votado do Estado, para deputado, com a votação de 38.265 votos. Foi a última vez que Zenóbio disputou o cargo de deputado estadual.

Em de outubro de 2012 foi eleito prefeito de Guarabira para o mandato de 2013 – 2016 eleito com 16 mil votos. Em 2016 foi reeleito prefeito de Guarabira para o mandato de 2017-2020 com 15.609 votos, tendo que se afastar das funções após sofrer um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVCI).

Confira a nota

Com muita dor e tristeza, comunicamos o falecimento de Zenóbio Toscano, ocorrido neste domingo (14), em João Pessoa. Ele era marido amoroso, pai dedicado, avô afetuoso e exemplo de homem público, que muito colaborou para o desenvolvimento da nossa Paraíba. Zenóbio estava internado desde o dia 6 de junho e se recuperava bem da Covid-19, mas no último sábado (13) sofreu um novo Acidente Vascular Cerebral (AVC), desta vez hemorrágico, o que agravou o quadro de saúde o levando a morte. Neste momento de dor, nos orgulha dizer que Zenóbio deixa um legado por todo o trabalho que desenvolveu para que nosso Estado tivesse dias melhores, com mais igualdade. Tudo isso sem descuidar da família e sem deixar de dar atenção aos amigos. Queremos agradecer a todos os amigos pelas orações e o apoio dado a nossa família durante todo o tempo em que Zenóbio Toscano esteve doente. Não Temos palavras para agradecer tamanho carinho por ele e por todos nós da família. Este é um momento de muita tristeza para todos nós, pois perdemos uma pessoa querida, que amamos e que nos serve de inspiração todos os dias.

CategoriasPB

RN registra 382 novos casos e um óbito, segundo dados do Ministério da Saúde nas ultimas 24hrs

Informações sobre o Coronavírus – Centro de Saúde da Comunidade

Os números mais recentes do Ministério da Saúde atualizados no início da noite deste domingo (14), mostram que o RN registrou 382 novos casos de coronavírus. Somados aos 13.789 registrados até sábado(12) pela Sesap, são agora 14.171 pessoas infectadas em todo o estado.

Ainda de acordo com o ministério, foi registrado apenas um óbito nas últimas 24h, totalizando 534 mortes provocadas pela Covid-19 no RN.

Brasil acumula 867,6 mil casos do novo coronavírus

teste finalizado em um local de testes de coronavírus fora dos Serviços Comunitários de Saúde I

Agência Brasil.

Situação epidemiológica da covid-19 - 14-06-2020

O Ministério da Saúde divulgou hoje (14) novos números sobre a pandemia do novo coronavírus (covid-19) no país. De acordo com levantamento diário feito pela pasta, o Brasil acumula 867.624 casos confirmados da doença e 43.332 mortes foram registradas. Os casos recuperados somam 388.492.

Nas últimas 24 horas, o ministério registrou 17.110 novos casos e 612 mortes.

Entre a unidades da federação com o maior número de casos acumulados desde o início da pandemia, o estado de São Paulo registrou 178.020 casos confirmados e 10.694 óbitos. Rio de Janeiro aparece na segunda posição com 79.572 casos e 7.672 mortes. Em seguida estão Ceará ( 76.748 casos e 4.861 mortes) e Pará ( 69.179 casos e 4.191 mortes) .

De acordo com o Ministério da Saúde, 435.800 casos estão em acompanhamento e 3.981 mil óbitos, em investigação.

Embriagado, comerciante é preso após dirigir na contramão na BR-101 e bater de frente com moto em Natal

Após o acidente, motorista fugiu do local, mas foi preso em seguida — Foto: PRF/Divulgação

DO G1/RN.

Um comerciante de 34 anos foi preso na madrugada deste domingo (14) após dirigir na contramão na BR-101, em Natal, e bater de frente em uma moto. Ele ainda fugiu do local do acidente, mas foi encontrado e preso. O teste do bafômetro apontou que ele estava embriagado.

De acordo com a PRF, o homem trafegava no perímetro urbano da BR-101, em Potilândia, na contramão no sentido Parnamirim – Natal. Ele bateu de frente com uma moto que seguia o fluxo normal. O motociclista teve fratura exposta no tornozelo e foi socorrido por uma equipe do Samu para o pronto-socorro Clóvis Sarinho.

O motorista do carro, após causar o acidente, fugiu do local sem prestar socorro à vítima. Ele se escondeu em um terreno baldio no mesmo bairro, mas foi encontrado e preso pela Polícia Militar.

Ainda segundo informações da PRF, o homem tinha sinais visíveis de embriaguez e, após ser submetido ao teste de bafômetro, foi constatado o teor alcoólico de 1,11 mg/l (miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões). O teor apurado, corresponde a três vezes o teor que é considerado crime.

Diante do flagrante, o motorista foi preso e encaminhado à Delegacia de Plantão da Zona Sul, em Natal. O veículo foi recolhido ao pátio.

Acidente aconteceu no perímetro urbano da BR-101, em Natal — Foto: PRF/Divulgação

28 mil militares não devolveram o auxílio emergencial

CNN BRASIL.

Além do soldo, que é o salário recebido pelas Forças Armadas, muitos militares foram contemplados em abril com um outro benefício: o auxílio emergencial para o novo coronavírus. Mesmo desobedecendo vários critérios, 73 mil militares – um quinto de todos os homens e mulheres das Forças Armadas – tiveram o benefício criado pelo Governo Federal para ajudar trabalhadores informais e quem ficou sem renda por causa da pandemia depositado na conta.

Para ter direito, é preciso obedecer a alguns critérios – entre eles, ser maior de idade, ter renda de até três salários mínimos na família, não ter emprego formal e nem receber o seguro-desemprego. Além disso não pode ser militar ou receber dinheiro do governo em salário ou benefícios como a aposentadoria.

Há um mês, o Tribunal de Contas da União (TCU) mandou que todos devolvessem. Mas até agora, 28 mil não atenderam à essa ordem – com isso, R$ 17 milhões que ajudariam os brasileiros mais pobres continuam depositados nas contas dos militares.

A lista obtida pela CNN foi o resultado de um cruzamento entre a relação de funcionários do Governo Federal e de pessoas que tiveram o auxílio aprovado, entre eles 79 militares de alta patente, como tenentes e aspirantes a oficiais. O salário mediano dessas pessoas é de R$ 16 mil, ou seja, eles não precisariam dos R$ 600 do auxílio. Todos os dados obtidos pela reportagem são públicos.
O Ministério da Defesa, que responde pelas Forças Armadas, reconheceu que metade de todo o valor repassado a militares ainda não foi devolvido, mas disse que quem não devolver terá o valor descontado do próximo salário.

O Ministério Público Federal investiga o caso. O procurador Marcelo Ribeiro de Oliveira disse à CNN que analisa os locais onde os saques foram feitos para tentar identificar fraudes. No caso dos militares, eles já descobriram que os casos se separam em dois grupos: os que pediram o auxílio e os que tiveram o dinheiro automaticamente transferido para a conta.

A lista que a CNN teve acesso contempla 37 mil militares que tiveram o cadastro para o auxílio aprovado. Desses, cerca de 5 mil tiveram o benefício cancelado antes do pagamento. Do universo que a reportagem teve acesso, cerca de 14 mil receberam o valor automaticamente, e uma parte deles talvez nem saiba que o dinheiro foi depositado.

Prefeitura de Japi atualiza o Boletim Epidemiológico deste domingo (14)

Nenhuma descrição de foto disponível.

A Prefeitura Municipal de Japi por meio da Secretaria de Saúde e Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus atualizam o Boletim Epidemiológico deste domingo (14) confirmando mais 01 (um) novo caso de infecção por COVID-19. O caso já vem sendo monitorado pela equipe de saúde do município.

Registramos ainda que foram notificados mais dois (dois) casos suspeitos que também já estão sendo acompanhados pela equipe de saúde.

COVID-19: Prefeitura de São Paulo do Potengi confirma o quarto óbito no Município

A imagem pode conter: texto

A Prefeitura Municipal de São Paulo do Potengi, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, comunica a população potengiense sobre o quarto óbito por Novo Coronavírus (COVID-19) em nosso Município.

O paciente, que possuía doença hepática, estava com resultado positivo e seguia em isolamento domiciliar. Neste sábado, dia 13, deu entrada no Hospital Regional de nossa cidade, vindo a falecer neste domingo, 14 de junho.

Lamentamos profundamente a perda e nos solidarizamos com a família e os amigos neste momento de tamanha dor.

Reforçamos a relevante necessidade da conscientização de todos para seguir com as medidas de prevenção exigidas através do isolamento social para as pessoas enquadradas em grupos de risco. E o distanciamento social, a higienização correta dos ambientes e mãos, e a utilização constante da máscara é uma obrigação sanitária de todos.

Corpo encontrado na Grande Natal pode ser de jovem desaparecido há nove dias

Corpo foi encontrado na comunidade Pau Brasil, em São José de Mipibu — Foto: Reprodução

G1/RN.

O corpo de um homem em avançado estado de decomposição foi encontrado na manhã deste domingo (14) em uma zona de mata da comunidade Pau Brasil, no município de São José de Mipibu, a 30 km de Natal. A suspeita é que trata-se do jovem Giovanne Gabriel de Sousa Gomes, de 18 anos, desaparecido desde o último dia 5. Um familiar reconheceu pelas roupas, mas não houve a confirmação por parte do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep).

Equipes das Polícias Civil e Militar estiveram no local onde o corpo foi encontrado, até a chegada do Itep, que fará a perícia ainda neste domingo. O perito criminal Diego Sabino revelou que há marca de tiros na cabeça. “Ele foi encontrado com provável lesão causada por perfuração de arma de fogo na região do crânio”, falou.

Gabriel foi visto pela última vez na manhã do dia 5, quando saiu de casa no bairro Guarapes, em Natal, para ir de bicicleta à casa da namorada em Parnamirim. Familiares e amigos iniciaram a busca por Gabriel e, na última semana, chegaram a encontrar suas sandálias e a bicicleta em uma área de vegetação em Parnamirim.

Com a informação de que um familiar havia reconhecido o corpo, Patrícia Souza, mãe de Gabriel, esteve na sede do Itep, em Natal, no início da tarde.

São José de Mipibu aumenta medidas para reforçar isolamento social

Prefeitura de São José de Mipibu publicou na última quarta-feira (10) um decreto relacionado ao aumento de medidas de isolamento social, tendo em vista o avanço da Covid-19 no município. As medidas entrarão em rigor a partir desta segunda-feira (15) e vão até o dia 22 de junho. Uma das medidas adotadas é a proibição da realização de feiras livres.

No decreto, também ficou estabelecido o dever da população de permanecer em casa, vedando a circulação de pessoas em espaços e vias públicas, salvo em casa de necessidade e sempre com uso obrigatório de máscaras de proteção.

Além disso, também está suspenso o funcionamento de estabelecimentos comerciais considerados não essenciais. Apenas poderão funcionar estabelecimentos de serviços essenciais, com o uso das medidas preventivas, como evitar aglomerações, manter distanciamento social recomendado (mínimo de 1,5m por pessoa), uso de máscara e higienização rigorosa.

Bares, academias, restaurantes, lanchonetes, praças de alimentação e sorveterias também terão que ficar fechadas, podendo apenas funcionar nas modalidades de entrega em domicílio ou pontos de coleta. Os locais não limitação de horários, porém, não podem disponibilizar mesas e cadeiras. Os estabelecimentos terão que intensificar a limpeza e funcionários deverão estar sempre de máscara.

 

Do Agora RN.

Empresas áreas preparam recuperação após crise causada por pandemia

Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, terceiro maior aeroporto do Brasil com pouca movimentação de passageiros

Agência Brasil.

O número de voos domésticos diários caiu de 2.700 para 180 quando o país se viu forçado a parar diversas atividades econômicas diante do novo coronavírus. A pandemia, de caráter internacional, também afetou o tráfego para outros países, praticamente paralisando as operações para outros territórios.

Em entrevista ao programa Impressões, da TV Brasil, que vai ao ar neste domingo (14), às 22h30, o presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas, Eduardo Sanovitz, detalhou o pacote de 36 medidas que o setor desenhou para atravessar a crise e se preparar para a retomada das operações.

“Vamos levar anos para recuperar integralmente o volume de tráfego de passageiros e a malha aérea pré-crise”, admitiu. Apesar dessa projeção, o setor adotou algumas estratégias assim que o “alarme começou a acender”.

Uma delas foi a revisão de contratos trabalhistas. As empresas decidiram não demitir, mas muitos funcionários estão em licença não remunerada e quase todos tiveram algum tipo de redução de jornada de trabalho e alterações salariais. Outra ação, debatida com o governo, órgãos reguladores e Ministério Público, garantiu o adiamento de bilhetes aéreos já adquiridos, sem custo para o consumidor. Mesmo com o isolamento, as empresas conseguiram manter em operação voos ligando todas as capitais, além de 25 cidades.

“O pico mínimo foi de 180 voos diários. [Hoje] estamos com 263 voos diários. Nossa previsão para o final deste mês é de 353 voos diários”, disse. A expectativa baseia-se na retomada de alguns setores da economia e na sensação de maior tranquilidade em relação à pandemia em algumas cidades.

Apesar disto, Sanovitz sabe que a recuperação será vagarosa e ainda esbarrará em variáveis indiretas. Uma delas é a valorização do dólar. “O câmbio é responsável por 51% dos custos de nossas operações e o Brasil é o campeão mundial de desvalorização cambial. Isto impacta um terço do nosso custo que é querosene”, disse.

À jornalista Katiuscia Neri, Sanovitz contou que o pacote estratégico do setor também inclui tratativas em andamento com o governo federal em torno de empréstimos e linhas de financiamento para que as empresas aéreas garantam capital de giro e a sustentabilidade do quadro de funcionários.

Paralelamente, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou medidas que podem impulsionar a retomada de operações aéreas. O órgão buscou, em debate com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a cadeia produtiva do setor, além de técnicos brasileiros e estrangeiros, estabelecer regras de segurança em voos. As medidas tendem a ser uniformes em todo o país e alinhadas com medidas internacionais para assegurar a saúde de passageiros. Entre elas está a alteração do sentido de exalação de ar de equipamentos de ar-condicionado e o uso de filtros específicos.