Deputado Tomba Farias é recebido por Jair Bolsonaro e encaminha em Brasília pleitos de obras de infraestrutura para o Trairi e Agreste

O deputado estadual Tomba Farias (PSDB), que se encontra em Brasília desde segunda-feira, foi recebido pelo presidente Jair Bolsonaro,  com quem  se reuniu nesta terça-feira no Palácio do Planalto. Na ocasião, o parlamentar potiguar fez um apelo para que o presidente continue apoiando e ajudado o Rio Grande do Norte e a região Nordeste, beneficiada no último mês  de Junho com a inauguração de um trecho da transposição do Rio São Francisco, no município de Salgueiro (PE), divisa com o Ceará.

“Foi uma conversa amigável”, disse Tomba Farias, destacando que a popularidade do presidente está em plena ascensão no Nordeste, como resposta da população ao apoio que o governo federal está dando à região ao longo da pandemia e o auxílio emergencial que salvou do completo estado de carência milhares de famílias nordestinas durante a pandemia.

A visita presidencial foi acompanhada pelo ministro Fábio Farias, e contou também com a participação do ex-governador Robinson Faria e do deputado estadual Galeno Torquato.

Junto aos ministros Fábio Faria e Rogério Marinho, Tomba Farias encaminhou vários pleitos de obras de infraestrutura para Santa Cruz e as regiões do Trairi e Agreste.

Cidadão poderá contestar via Dataprev negativa do auxílio emergencial

Auxílio emergencial da Caixa pode ser consultado em novo site da ...

Agência Brasil.

O governo abriu mais um canal de comunicação para quem quiser contestar a análise do pedido de recebimento do auxílio emergencial de R$ 600, concedido para enfrentamento da crise financeira decorrente da pandemia do covid-19. Aqueles que tiveram o pedido negado podem contestar pelo site da Dataprev

Esse canal, no entanto, é indicado para casos específicos, referentes a atualização de dados cadastrais. Ele pode ser usado quando uma pessoa era menor de idade e completou 18 anos recentemente; para cidadãos que eram servidores públicos ou militares, mas perderam esse vínculo com o Estado; e para pessoas que perderam o emprego e não têm direito a auxílio-desemprego ou não recebem o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda.

Nesses três casos não é possível fazer a contestação pelos canais da Caixa. Esse foi o motivo da Dataprev abrir o canal. Outros canais já disponíveis, mas para contestações de outras ordens, são o site da Caixa Econômica Federal, o aplicativo Caixa – Auxílio Emergencial e a solicitação via Defensoria Pública da União (DPU).

Basta o cidadão entrar no site da Dataprev, inserir informações pessoais como: nome completo, data de nascimento, nome da mãe e CPF. Após essa etapa, aparecerá o botão de “contestação” para fazer o novo pedido.

Os processamentos e cruzamentos de dados seguirão a mesma lógica do programa. Após processamento da Dataprev, os dados são enviados para homologação (validação) dos resultados pelo Ministério da Cidadania – órgão gestor. E, por fim, são encaminhados à Caixa para pagamento. Nos casos de indeferimento, o cidadão poderá obter mais informações no portal de consultas. Essas informações explicarão porque o pedido foi negado e a legislação que embasa essa negativa.

Mais de 108,9 milhões de cadastros já foram processados pela Caixa. Ao todo, mais de 66,9 milhões de pessoas receberam o Auxílio Emergencial do Governo Federal. Segundo dados de segunda-feira (3), da Caixa Econômica Federal, 438,5 mil estão em reanálise.

Confira os números do Boletim Epidemiológico sobre o Coronavírus (Covid-19) desta terça-feira (04) em Jaçanã/RN

Portanto temos:
Bairro São José: 92
Bairro Novo Horizonte: 13
Bairro Centro: 83
Conjunto Flores: 12
Conjunto Flores II: 05
Sítio Flores: 09
Sítio São Domingos: 01
Sítio Serra da Lagoa: 01
Sítio Boca da Mata: 03
TOTAL: 220 CASOS

Boletim Epidemiológico de Campo Redondo confirma mais quatro casos positivos à Covid-19

Boletim Epidemiológico é atualizado em Campo Redondo

A Prefeitura de Campo Redondo, nesta terça-feira (4), apresenta Boletim Epidemiológico e confirma mais quatro casos positivos à Covid-19. Os pacientes são: quatro do sexo feminino, duas residentes na zona urbana e duas na zona rural, as mesmas estão em tratamento domiciliar, sendo acompanhadas pelas equipes de saúde de suas respectivas áreas.

Nos indicadores foram registrados 17 exames negativos que entraram para o grupo dos descartados. Uma boa notícia é a recuperação de 13 pacientes que passaram pelo tratamento domiciliar e estão de alta médica, atestados como curados.

Vale lembrar a importância da higiene no corpo, residências, espaços públicos. A constante limpeza das mãos com água e sabão, bem como a lavagem correta de alimentos.

45 novos casos foram confirmados para covid-19 em Santa Cruz nesta terça-feira (04)

A Prefeitura de Santa Cruz, através dos setores de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde e Hospital Municipal Aluizio Bezerra, informa o Boletim Epidemiológico para esta terça-feira (04). Nas últimas 24 horas, 45 novos casos foram confirmados em Santa Cruz, mais 06 pessoas estão recuperadas, além de mais casos suspeitos e descartados. O Hospital Municipal Aluizio Bezerra tem 06 pacientes internados em leitos clínicos e 01 paciente recebeu alta hospitalar para concluir tratamento em casa. Reforçamos a importância do isolamento social, quando for possível, e as medidas de distanciamento social necessárias para o controle do Coronavírus em Santa Cruz.

Covid-19: Brasil chega a 2,8 milhões de casos; 70,3% estão recuperados

Boletim Epidemiológico covid-19

Agência Brasil.

Desde o início da pandemia, 2.801.921 de brasileiros contraíram o vírus. O total de mortes chega a 95.819. Há 3,6 mil óbitos em investigação. Nas últimas 24 horas, foram registrados 51.603 novos casos confirmados de covid-19 e 1.154 mortes relacionadas à pandemia do novo coronavírus. Os números estão no balanço diário de hoje (4) publicado pelo Ministério da Saúde.

De acordo com o ministério, 1.970.767 pessoas já se recuperaram da covid-19 e 735.335 pacientes estão em acompanhamento.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3,4%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 45,6. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 1.333,3.

Aos sábados, domingos e segundas-feiras, o número registrado diário tende a ser menor pela dificuldade de alimentação dos bancos de dados pelas secretarias municipais e estaduais. Já às terças-feiras, o quantitativo em geral é maior pela atualização dos casos acumulados aos fins de semana.

O Brasil mantém-se como segundo no ranking mundial em casos e mortes relacionados à pandemia. A liderança é dos Estados Unidos. De acordo com o mapa da universidade Johns Hopkins, o país possui 156.426 mortes e 4.758.028 casos acumulados.

Covid-19 nos estados

Os estados com mais mortes por covid-19 são: São Paulo (23.702), Rio de Janeiro (13.715), Ceará (7.806), Pernambuco (6.717) e Pará (5.799). As Unidades da Federação com menos falecimentos pela pandemia são Tocantins (408), Mato Grosso do Sul (432), Roraima (528), Acre (545) e Amapá (581). Mato Grosso do Sul, que permaneceu ao longo da pandemia como o local menos letal, perdeu o posto para Tocantins, que ocupa agora o último lugar no ranking (408).

Já em termos de casos, São Paulo lidera (575.589), seguido por Ceará (179.341), Bahia (175.389), Rio de Janeiro (168.911) e Pará (158.277). A Bahia ultrapassou o Rio de Janeiro na terceira posição. Os estados com menos pessoas infectadas até o momento são: Amapá (36.999), Roraima (33.194), Mato Grosso do Sul (27.678), Tocantins (27.664) e Acre (20.708). O Acre consolidou a posição de estado com menos casos. Nas últimas semanas, essa posição era ocupada por Mato Grosso do Sul.