Covid-19: Brasil tem 125,5 mil mortes e 4 milhões de casos acumulados

Boletim epidemiológico covid-19

Agência Brasil.

O Brasil chegou à 125.521 mortes por covid-19. Nas últimas 24 horas, foram registrados 907 óbitos. As informações estão na atualização diária divulgada pelo Ministério da Saúde na noite desta sexta-feira (4). Ontem, o painel do Ministério da Saúde marcava 125.521 óbitos. Ainda há 2.492 falecimentos em investigação.

De acordo com o balanço da pasta, desde o início da pandemia, 4.092.832 pessoas foram infectadas com o coronavírus. Entre ontem e hoje, as secretarias de saúde acrescentaram às estatísticas 51.194 novas pessoas diagnosticadas com a doença. Ontem o sistema de dados sobre a pandemia trazia 4.041.638 casos.

Ainda de acordo com a atualização, 688.393 pessoas estão em acompanhamento e outras 3.278.918 já se recuperaram.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3,1%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 59,7. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 1947,6.

Covid-19 nos estados

Os estados com mais morte foram São Paulo (31.091), Rio de Janeiro (16.467), Ceará (8.555), Pernambuco (7.645) e Pará (6.228). As Unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (598), Acre (623), Amapá (670), Tocantins (730) e Mato Grosso do Sul (939).

PSL oficializa candidatura de Sérgio Leocádio à Prefeitura de Natal

PSL oficializa candidatura de Sérgio Leocádio à Prefeitura de Natal — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

O Partido Social Liberal (PSL) oficializou nesta sexta-feira (4) a candidatura de Sérgio Leocádio para a Prefeitura de Natal nas Eleições 2020. O anúncio aconteceu durante a convenção partidária. A vice da chapa será Deusa Martins, do Partido Progressista (PP).

O partido também anunciou na convenção que tem 21 pleiteantes a vereador.

Projetos de Ubaldo atendem população com foco em Saúde e Inclusão Social

O deputado Ubaldo Fernandes (PL) protocolou, na Assembleia Legislativa, dois Projetos de Lei. O PL 235/2020, institui, no âmbito do Rio Grande do Norte, o “Programa de Humanização e Acolhimento aos Familiares das Vítimas da Covid-19”; e o PL 234/2020, que determina o acesso de pessoas idosas ou com deficiência visual, em braile ou letras ampliadas, às contas de água, energia elétrica, telefonia, internet e outros serviços.

“Essa proposição pretende se somar às políticas públicas de apoio e acolhimento aos familiares daqueles que perderam a vida em decorrência da Covid-19”, justificou Ubaldo. Na proposição ele explica que o “Programa de Humanização e Acolhimento aos Familiares das vítimas da Covid-19”, tem a intenção de acolher familiares das vítimas da doença, garantindo apoio e assistência psicológica para lidar com o luto.

Já sobre o projeto que beneficia pessoas com deficiência visual ou as que já estão na terceira idade, o serviço, tanto em braile como em letras maiores, deverá ser requerido pelo consumidor à empresa fornecedora, sem nenhum custo adicional. “Em se tratando de órgão pertencente ao Poder Público, o descumprimento à lei sujeitará os seus dirigentes à instauração de processo administrativo disciplinar”, acrescentou Ubaldo.

“No Rio Grande do Norte as camadas da população representadas pelas pessoas idosas e com deficiência exigem maior atenção do Poder Público, a quem cabe agir para garantir qualidade de vida, equidade social e respeito às diferenças”, reforçou o parlamentar. Segundo Ubaldo Fernandes, com base na legislação o Poder Público terá mecanismos para promover a acessibilidade e independência dessa parcela da população.