Ex-prefeito de cidade do RN por quatro mandatos morre em hospital de Natal

O ex-prefeito de João Câmara, Ariosvaldo Targino de Araújo, mais conhecido como Vavá, faleceu na tarde desta segunda-feira (19). Ele foi socorrido para o Hospital do Coração, em Natal, na tarde desse domingo (18), após sentir-se mal e teve a morte confirmada hoje por familiares.

De acordo com informações do neto de Vavá, Rafael Targino, o avô foi levado às pressas para o hospital com suspeita de infarto. A morte do ex-prefeito foi confirmada pelo próprio neto por meio das redes sociais, por volta das 13h30 de hoje. A família ainda dará detalhes sobre o velório.

O Presidente da Câmara Municipal de João Câmara, vereador Gilberto Honorato, decretou luto oficial de três dias.

Vavá exerceu o cargo de prefeito por quatro mandatos, sendo considerado uma das maiores lideranças políticas do município.

CategoriasRN

Sine oferece 116 vagas de emprego em Natal e Região Metropolitana

O Sistema Nacional de Empregos (Sine) está oferecendo 116 vagas de trabalho nesta segunda-feira (19) em Natal e na Região Metropolitana. Ao todo, há oportunidades para 16 tipos de cargo, sendo vendedor a com mais vagas.

Para concorrer às vagas, é necessário que o candidato se cadastre no portal Emprega Brasil, do Ministério do Trabalho e Emprego. Além de pelo site, o cadastro pode ser feito pelos aplicativos de celular Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o Sine não está com atendimento presencial para vagas de emprego.

Veja as vagas

  • Analista de recursos humanos – 1
  • Auxiliar administrativo – 10
  • Auxiliar de logística – 15
  • Auxiliar de mecânico de autos – 1
  • Cabeleireiro – 3
  • Churrasqueiro – 1
  • Comprador – 1
  • Eletricista bobinador – 1
  • Eletricista de instalações industriais – 5
  • Encanador industrial – 5
  • Gerente de depósito – 6
  • Manicure – 5
  • Mecânico de auto em geral – 1
  • Mecânico de máquinas pesadas (manutenção) – 1
  • Tosador de animais domésticos – 1
  • Vendedor interno – 59

Candidato a vice-prefeito de cidade do RN morre aos 48 anos

Portal Grande Ponto.

O presidente estadual do PRTB, coronel Hélio Oliveira – também candidato a prefeito de Natal -, divulgou uma nota de pesar nesta segunda-feira (19) pela morte do médico Edson Jovino, que disputava as eleições como candidato a vice-prefeito pelo partido em Canguaretama. Confira a nota abaixo.

É com imenso pesar que comunicamos o falecimento do Dr. Edson Jovino de Oliveira Júnior, médico urologista, filiado ao nosso partido e candidato a vice-prefeito na chapa composta com Paulo César Dantas Fernandes, no município de Canguaretama/RN. Aos 48 anos, Dr. Júnior sofreu uma parada cardíaca na madrugada desta segunda-feira (19).

Nós que fazemos o Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) prestamos solidariedade aos familiares e amigos do Dr. Júnior por esta irreparável e precoce perda. Pedimos a Deus que possa confortá-los nesse momento de grande dor, em que as palavras se apequenam e o espírito busca amparo na Fé.

Coronel Hélio Imbrósio Oliveira

Presidente Estadual do PRTB

Fonte: Portal Grande Ponto

CategoriasRN

Polícia Civil deflagra Operação “Estrondo” e prende sete pessoas em festa promovida por facção criminosa no interior do RN

Policiais civis da 9ª Delegacia Regional de Polícia de Santa Cruz deflagraram, nesse sábado (19), a Operação “Estrondo”, realizada com o apoio da Polícia Militar (PM) e da Polícia Federal (PF). Ao longo da Operação, seis homens foram presos em uma festa promovida por uma facção criminosa, que ocorria em um balneário, localizado no município de Santa Cruz. Além disso, um homem foi apreendido; em desfavor dele, havia um mandado de internação em aberto.

As diligências contaram ainda com o apoio do Grupo Tático Operacional (GTO); em desfavor dos seis homens presos, haviam mandados de prisão em aberto. No local, foram apreendidos dois revólveres, porções de maconha, “crack”, cocaína e “loló”, além de vários aparelhos celulares. Quando os policiais chegaram no balneário, todo o material foi descartado no chão do salão, onde a festa estava acontecendo; motivo pelo qual os proprietários não foram identificados.

As investigações contaram com o apoio da Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado (FT-NUDEM), coordenada pela Polícia Federal e pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP). Foram capturados: Manoel Lopes da Silva, 25 anos, Francisco Jadielson Nascimento dos Santos, 22 anos, Dalvan Soares de Souza, 22 anos, Leonel Luiz da Silva Filho, 21 anos, José Andrier Oliveira Cunha, 34 anos, José Alessandro Medeiros de Lima, 21 anos, e Leonardo dos Santos Silva, 18 anos.

Os suspeitos foram conduzidos até a 9ª DRP e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fauna brasileira: PRF/RN resgata 11 pássaros silvestres nas BRs 226 e 304

A Polícia Rodoviária Federal resgatou, na manhã e tarde deste sábado (17/10), em duas ocorrências distintas, seis e cinco pássaros silvestres, respectivamente, nas BRs 226, em Natal/RN e na BR 304, em Macaíba/RN.

A primeira ocorrência foi por volta das 9h15, no Km 1 e 2 da BR 226, no município de Nata/RN. Os policiais encontraram dois golinhas, um azulão, dois sibitis e um bigode, sem qualquer documentação ambiental e mantidos em gaiolas.

Já na tarde do mesmo dia, no KM 283 em Macaíba/RN, foram localizadas várias gaiolas com pássaros silvestres da fauna brasileira: um azulão, um golinha, um sibiti, um cristinha e um galo de campina, todos também sem documentação ambiental.

Os proprietários das ocorrências assinaram o termo de compromisso e comparecimento em juízo, quando convocado, e os pássaros foram entregues na sede da Companhia Independente de Policiamento Ambiental da Polícia Militar do RN – CIPAM.

Nitazoxanida reduz carga viral de pacientes com covid-19, diz pesquisa

Cerimônia de Anúncio do Resultado do Estudo Clínico Covid-19 MCTI.

Agência Brasil.

O estudo clínico do Laboratório Nacional de Biociências sobre o uso do medicamento nitazoxanida em pacientes na fase precoce da covid-19 demonstrou eficácia no tratamento da doença, reduzindo a carga viral das pessoas infectadas. O anúncio ocorreu durante cerimônia no Palácio do Planalto, na tarde desta segunda-feira (19), com a participação do presidente Jair Bolsonaro.

A pesquisa foi iniciada pelo Laboratório Nacional de Biociências, em Campinas (SP), instituto vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O titular da pasta, ministro Marcos Pontes, celebrou o resultado positivo.

“O que eu posso dizer é que nós temos agora um medicamento comprovado cientificamente que é capaz de reduzir a carga viral. Com essa redução da carga viral, significa que reduz o contágio nas pessoas que tomam o medicamento nos primeiros dias, reduz a capacidade de contágio e diminui a probabilidade dessa pessoa aumentarem os sintomas, ir para o hospital e falecer”, disse.

O pontapé da pesquisa foi dado com a análise de 2 mil drogas, testadas com inteligência artificial, para verificar se poderiam inibir os efeitos do vírus Sars-Cov-2, causador da covid-19 no organismo humano. Os estudos no Laboratório Nacional de Biociências chegaram a cinco drogas, que foram para uma segunda fase, que era o teste in vitro feito com células humanas infectadas. Neste teste, o fármaco nitazoxanida, que é um vermífugo muito conhecido no país, apresentou 94% de capacidade de inibir o novo coronavírus.

Testes em humanos

Foi só após estas etapas que os testes em humanos foram iniciados, com mais de 1,5 mil pacientes voluntários, que tinham até três dias de sintomas e foram acompanhados em sete diferentes unidades hospitalares do país.

Nesta fase, de acordo com a coordenadora do estudo clínico, Patrícia Rocco, foram feitos testes duplo cego, quando nem o paciente e nem o médico sabem qual a medicação está sendo tomada, e randomizados, quando os pacientes são distribuídos aleatoriamente em dois grupos, um que recebe o medicamento e outro que recebe um placebo. A dose oferecida era de 500 miligramas da nitazoxanida, três vezes ao dia, ou o placebo durante cinco dias.

“Esses pacientes eram acompanhados de forma remota até sete dias após a terapia. Constatamos que a nitazoxanida, em comparação com o placebo, acarretou, ao final da terapia, redução significativa da carga viral e um maior número de pacientes com resultado negativo para o Sars-Cov-2”, disse a médica, que é professora titular e chefe do Laboratório de Investigação Pulmonar do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Segundo Patrícia, esse resultado é de extrema importância, pois a nitozoxanida é um remédio de baixo custo e ampla distribuição, podendo ser usada de forma oral, e que não precisa de internação hospitalar. “Na dose utilizada, não apresentou reações adversas graves. A redução da carga viral implica em menor gravidade, em menor transmissibilidade do vírus”, disse Patrícia. A pesquisadora ressaltou que o estudo foi enviado para publicação em uma revista científica internacional e deverá ser revisado por outros cientistas.

Não é profilático

O ministro Marcos Pontes disse, durante seu discurso, que o medicamento não pode ser usado por quem não apresenta sintomas da doença, mas apenas para pessoas na fase inicial da infecção. “Não é profilático, não é para prevenção. É só depois da detecção do vírus”, disse.

O presidente Jair Bolsonaro também comemorou o resultado da pesquisa e destacou a eficácia da nitazoxanida no tratamento da covid-19.

“Através das observações, através de pessoas que concretamente usaram esse medicamento e foi constatado, na ponta da linha, que a carga viral diminuía. E dessas pessoas que usaram esse medicamento, nenhuma delas sequer foi hospitalizada”, afirmou.

Vacina obrigatória

Ainda durante a cerimônia, o presidente voltou a dizer que a vacina contra a covid-19 não será obrigatória no Brasil. Bolsonaro afirmou que cabe ao Ministério da Saúde definir as normas do Programa Nacional de Imunização.

“Tem uma lei de 1975 que diz que cabe ao Ministério da Saúde o Programa Nacional de Imunização, ali incluídas possíveis vacinas obrigatórias. A vacina contra a Covid, como cabe ao Ministério da Saúde definir esta questão, ela não será obrigatória”, disse. O presidente também afirmou que qualquer vacina contra o vírus terá que ter sua eficácia científica comprovada e ser autorizada previamente pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Mais de 375 mil maços de cigarros contrabandeados: maior apreensão do ano pela PRF/RN

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na madrugada desta segunda-feira (19/10), no km 150 da BR 406, em Ceará-Mirim/RN, uma carga de 375.000 maços de cigarros contrabandeados.

Uma equipe da PRF realizava patrulhamento na região, e ao passar por um caminhão Cargo, de cor prata, o veículo, repentinamente, entrou numa rua da localidade. Os policiais realizaram o retorno e seguiram no sentido do caminhão, e ao chegarem ao local, constataram que o motorista tinha abandonado o veículo, deixando-o inclusive, ainda ligado. A equipe de policiais realizou buscas, mas não encontrou o motorista. Ao verificar a carga os policiais constataram que tratava-se de 375 mil maços de cigarros contrabandeados.

Foi a maior apreensão da PRF de cigarros contrabandeados no ano de 2020, causando com essa ocorrência, um prejuízo de quase 2 milhões de reais ao crime organizado.

A ocorrência será encaminhada para a Receita Federal de Natal/RN.

Brasil registra 4.681.659 pacientes recuperados do coronavírus

O Brasil registrou nesta segunda-feira (19), mais 31.629 pacientes recuperados do coronavírus, totalizando 4.681.659 pessoas curadas da doença.

A quantidade de pessoas curadas no Brasil já é onze vezes superior ao número de casos ativos (414.892), que são os pacientes em acompanhamento médico.

O registro de pessoas curadas já representa 89,1% do total de casos acumulados.

Covid-19: Brasil tem mais 271 óbitos e 15.383 novos casos em 24h

Boletim Epidemiológico covid-19

Agência Brasil.

O boletim epidemiológico do Ministério da Saúde – divulgado nesta segunda-feira (19) – mostra que foram registrados 15.383 novos casos de covid-19 no Brasil. Desde o início da pandemia, o pais acumula 5.250.727 casos confirmados do novo coronavírus.

O número de mortes teve um acréscimo de 271 óbitos em 24 horas e elevou o total para 154.176.

De acordo com Ministério da Saúde, 4.681.659 brasileiros já se recuperaram da covid-19. Atualmente 414.892 pacientes estão em tratamento.

Santa Cruz/RN Registra o 29° óbito por Covid-19

A Prefeitura de Santa Cruz, através dos setores de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde e Hospital Municipal Aluizio Bezerra, informa o Boletim Epidemiológico para esta segunda-feira (19). Nas últimas 24 horas, 06 casos foram confirmados para Covid-19 em Santa Cruz, e foram registrados casos descartados e suspeitos. O Hospital Municipal Aluizio Bezerra tem 03 pacientes internados, 02 deles em leitos clínicos e 01 em leito de UTI Covid. Registramos o 29° óbito por Covid-19, que estava em investigação. À família, nossos sentimentos de pesar. Reforçamos a importância do isolamento social, quando for possível, e as medidas de distanciamento social necessárias para o controle do Coronavírus em Santa Cruz.

Governo renova decreto de calamidade pública em virtude da Covid-19

O Governo do Estado emitiu hoje o Decreto Nº 30.071 em que prorroga o Estado de Calamidade Pública no Rio Grande do Norte, em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Considerando a permanência de confirmação de pessoas infectadas e mais de dois mil óbitos decorrentes da pandemia no RN, relatados em boletins diários da @sesaprn, o documento assevera que “Fica declarado ‘Estado de Calamidade Pública’ em todo o território do Estado do Rio Grande do Norte, em virtude do desastre classificado e codificado como Estado de Calamidade Pública provocada por desastre natural biológico, Nível III – Desastre de Grande Intensidade”.

Por isso continua necessária a celeridade de respostas, fortalecendo estruturas de atendimento aos pacientes infectados, para evitar a proliferação da doença causada pelo novo coronavírus.

O decreto entra em vigor amanhã, por um prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado por igual período.