Candidatos eleitos comemoram vitórias com festas e aglomerações no RN

G1/RN.

Pela primeira vez, desde setembro, o Rio Grande do Norte voltou a registrar mais de 200 pacientes internados com Covid-19. Eram 213 até esta quarta-feira (18). No entanto, enquanto a Secretaria de Saúde do Estado alerta para a necessidade de prevenção, as cidades do estado são tomadas de convites para as festas das vitórias, promovidas pelos candidatos vencedores das eleições do último domingo (15).

Em Caraúbas, a festa aconteceu nesta quarta (19). Raí Saia Rodada animou a festa do prefeito Juninho Alves. E o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Ezequiel Ferreira, do PSDB, estava no evento, em cima do trio. Uma multidão acompanhava.

Eleitos fazem festas de comemoração e geram aglomerações no RN — Foto: Reprodução

m Assú, no Oeste potiguar, o convite é para um arrastão puxado por trio elétrico previsto para sexta (20). Quem convida é o deputado estadual George Soares (PL), líder do governo na Assembleia e irmão do prefeito reeleito, Gustavo Soares, que é médico, contraiu o coronavírus, chegou a ficar internado em Natal e quase desistiu da candidatura por causa da doença.

Nesta quinta-feira (19), a Coligação “A União que o povo quer”, representada pelos gestores eleitos em Assu, divulgou que o evento “A Festa da Vitória” foi adiada. Segundo a nota, o motivo é o aumento das taxas de Covid-19 no estado, especialmente na região Oeste e no Vale do Açu. Ainda segundo a nota, uma nova data para o evento será divulgada, quando houver estabilização dos casos.

Na quarta-feira (18), a Inter TV Cabugi perguntou ao deputado estadual George Soares se ele participaria do evento e se ele achava prudente a realização da festa em meio à pandemia, mas ele não respondeu. Apenas disse que o evento poderia ser cancelado.

A Assessoria da Assembleia Legislativa também foi procurada, mas disse que não ia se pronunciar sobre a presença do presidente da Casa, Ezequiel Ferreira, na festa em Caraúbas, por se tratar de política partidária.

O Ministério Público do estado também foi procurado para comentar as festas durante a pandemia. Por meio da assessoria de comunicação, o órgão informou que o assunto era de competência do Ministério Público Federal. Já o MPF devolveu a questão e disse que era o tema deveria ser tratado pela pasta de Saúde do MP Estadual. O MPRN voltou a ser questionado sobre o assunto, mas não respondeu até a última atualização da matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *